Ciência na Televisão Pública: uma análise do telejornal Repórter Brasil

Gabriela Reznik, Luisa Massarani, Marina Ramalho, Luis Amorim

Resumo


A televisão é considerada uma das mais importantes fontes de informações sobre ciência e tecnologia (C&T) para os cidadãos não especializados. Portanto, analisar como este meio de comunicação veicula questões científicas pode fornecer subsídios para compreender a consolidação da cultura científica. Neste artigo, analisamos ao longo de doze meses a cobertura de C&T no Repórter Brasil, telejornal veiculado pela TV Brasil, por meio de análise de conteúdo e de análise de enquadramentos midiáticos (frames). Foram identificadas 72 matérias de C&T, que ocuparam uma média de 3,8% do tempo diário. O telejornal valorizou a produção científica nacional –exibida em 88% das matérias. As principais áreas de conhecimento abordadas foram saúde e ciências sociais & humanidades. Cientistas, cidadãos e membros do governo foram as fontes mais usadas na construção das notícias. Destaca-se a presença de contextualização do tema abordado nas matérias e observa-se ênfase nas promessas da ciência. 


Palavras-chave


divulgação científica; Repórter Brasil; telejornalismo; análise de conteúdo; análise de enquadramentos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Alexandria: R. Educ. Ci. Tec., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1982-5153

Licença Creative Commons

Está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.