Modelo para avaliação do grau de maturidade das práticas de cocriação de valor no desenvolvimento de produtos

Autores

  • Raniely Bloemer Universidade Regional de Blumenau
  • Gérson Tontini Universidade Regional de Blumenau

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2018v23nespp60

Palavras-chave:

Cocriação de Valor, Modelo de Maturidade, Desenvolvimento de Produtos, Participação do Cliente, Inovação

Resumo

Com a popularização da Internet e a mudança no perfil do consumidor, em que eles estão mais informados e participativos, as empresas perceberam a oportunidade de interagir de forma próxima com os clientes. Surge então a cocriação de valor. A cocriação de valor possibilita o consumidor participar ativamente na criação de valor com a empresa, resultando em assertividade no lançamento de produtos, melhor entendimento do cliente, maior rapidez no lançamento de produtos, etc. Porém, o uso dessa estratégia ainda não é claro, e este é o objetivo deste trabalho, propor um modelo para mensuração da maturidade em cocriação de valor, com isso, as empresas conseguem identificar o que é necessário para incluir o cliente no processo de inovação, e as melhorias necessárias para atingir um maior nível de maturidade nessa atividade.  Para criar o modelo foi realizado estudo bibliográfico e para sua avaliação, foi realizada entrevista em caso único e análise estatística com uma amostra de 13 indústrias. O modelo proposto é inédito. Após a entrevista e análise dos dados, concluiu-se que há correlação entre as variáveis do modelo e que parte das variáveis explicam os resultados da cocriação. Ou seja, o modelo de maturidade para cocriação de valor (MMCV) mostrou-se válido, pois apresentou bons resultados, mesmo com a limitação do número da amostra.

Referências

ALLEN, Stephen; BAILETTI, Tony; TANEV, Stoyan. Components of co-creation. Open Source Business Resource. 2009.

AYUNIA, Shinta. Measuring the unmeasured: na exploratory study of customer co-creation. 2013. 127 f. Dissertação (Management of Technology) – Delft University of Technology, Delft, Holanda. 2013.

BECKER, Jorg; KNACKSTEDT, Ralf; POPPELBUB, Jens. Developing maturity models for IT management. Business & Information Systems Engineering, Alemanha, v. 1, n. 3, p. 213-222, jun. 2009.

CERVO, Amado L.; BERVIAN, Pedro A. Metodologia Científica. São Paulo, Prentice Hall, 2002.

COOPER, Robert G. Stage-gate systems: a new tool for managing new products. Business Horizons, v. 33, n. 3, p.44-54, jun. 1990.

DIETRICH, Jorge Fernando; BRASIL, Vinícius Sittoni; FRIO, Ricardo Saraiva. O processo de co-criação de valor entre empresas e consumidores: uma análise comparativa de dois casos da indústria de bens de consumo. Revista de Administração IMED, v. 3, n. 3, p. 221-238, 2013.

DURUGBO, Christopher; RIEDEL, Johann; PAWAR, Kulwant. Towards a unified model of co-creation. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON CONCURRENT ENTERPRISING, 17., 2011, Aachen. Anais eletrônicos … Aachen, 2011.

ETGAR, Michael. A descriptive modelo f the consumer co-production process. Journal of the Academy of Marketing Science, v. 36, n. 1, p. 97-108, mar. 2008.

FENG, Taiwen; WANG, Dan. Supply chain involvement for better product development performance. Industrial Management & Data Sustems, v. 113, n. 2, p. 190-206, 2013.

FERNÁNDEZ, Raquel Sánchez; BONILLO, M. Ángeles Iniesta. The concepto f perceived value: a systematic review of the research. Marketing Theory, v. 7, n. 4, p. 427-451, dez. 2007.

FILIERI, Raffaele. Consumer co-creation and new product development: a case study in the food industry. Marketing Intelligence & Planning, v. 31, n. 1, p. 40-53, 2013.

FINCH, Byron J. Internet discussions as a source for consumer product customer involvement and quality information: na exploratory study. Journal of Operations Mnagement, v. 17, n. 5, p. 535-556, ago. 1999.

FRIO, Ricardo Saraiva. Comportamento de cocriação de valor do consumidor: moderação e consequências. 2014. 121 f. Dissertação (Administração e Negócios) – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Brasil. 2014.

FROW, Pennie et al. Managing co-creation design: a strategic approach to innovation. British Journal of Managemente, v. 26, n. 3, p. 463-483, jul. 2015.

FULLER, Johann; MATZLER, Kurt. Virtual product experience and customer participation - a chance for customer-centred, really new products. Technovation, v. 27, n. 6, p. 378-387, jun. 2007.

GUSTAFSSON, Anders; KRISTENSSON, Per; WITELL, Lars. Customer co-creation in service innovation: a matter of communication? Journal of Service Management, v. 23, n. 3, p. 311-327, 2012.

HAIR, J.F. et al. Análise multivariada de dados. 5 ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

HAUGLAND, Sven A. Factors influencing the duration of internacional buyer-seller relationships. Journal of Business Research. New York, v. 46, n. 3, p. 273-280, 1999.

HUERTAS, Melby Karina Zuniga; VARELA, Carmen Augusta; STREHLAU, Suzane. Cocriação na internet: uma análise das perspectivas da empresa e do consumidor. Revista de Administração e Inovação, São Paulo, v. 9, n. 3, p. 257-272, jul./set. 2012.

HUMPHREYS, Ashlee; GRAYSON, Kent. The intersecting roles of consumer and producer: a critical perspective on co-production, co-creation and presumption. Sociology Compass, v. 2, p. 963-980, mai. 2008.

LAMPERT, Sérgio Renato; FLORES, Daniel. Os sitemas de workflow em arquivística: a identificação dos modelos e a análise das ferramentas. Perspectiva em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 15, n. 3, p. 216-232, set./dez. 2010.

MATTING, Jonas; SANDÉN, Bodil; EDVARDSSON, Bo. New service development: learning from and with customers. International Journal of Service Industry Management, v. 15, p. 479-498, 2004.

NGO, Liem Viet; O´CASS, Aron. Innovation and business success: the mediating role of customer participation. Journal of Business Research, v. 66, n. 8, p. 1134-1142, ago. 2013.

PAYNE, Adrian F.; STORBACKA, Kaj; FROW, Pennie. Managing the co-creation of value. Journal of the Academy of Marketing Science, v. 36, n. 1, p. 83-96, mar. 2008.

PRAHALAD, C.K.; RAMASWAMY, Venkatram. Co-opting customer competence. Harvard Business Review, v. 78, n. 1, p. 79-88, jan./fev. 2000.

PRAHALAD, C.K.; RAMASWAMY, Venkatram. The co-creation connection. Strategy and Business, v. 27, p. 50-61, 2002.

PRAHALAD, C.K.; RAMASWAMY, Venkatram. Co-creation experiences:the next practice in value creation. Journal of Interactive Marketing, v. 18, n. 3, p. 5-14, 2004a.

PRAHALAD, C.K.; RAMASWAMY, Venkatram. Co-creating unique value with customers. Strategy & Leadership, v. 32, n. 3, p. 4-9, 2004b.

PRAHALAD, C.K.; RAMASWAMY, Venkatram. O futuro da competição: como desenvolver diferenciais inovadores em parceria com os clientes. Rio de Janeiro, Elsevier, 2004c.

POPPO, Laura; ZENGER, Todd. Do formal contracts and realcional governance function as substitutes or complements? Strategic Management Journal, v. 23, n. 8, p. 707-725, maio 2002.

RAFAELI, Sheizaf; ARIEL, Yaron. Online motivational factors: incentives for participation and contribution in Wikipedia. ResearchGate, p. 243-267, jan. 2008.

RICHARDSON, Roberto Jarry. Pesquisa Social: métodos e técnicas. São Paulo, Atlas, 1999.

ROCHA, Álvaro; VASCONCELOS, José. Os modelos de maturidade na gestão de sistemas de informação. Revista Faculdade de Ciência e Tecnologia, v. 1, p. 93-107, 2004.

ROCHFORD, Linda. Generating and screening new peoducs ideas. Industrial Marketing Management, v. 20, n. 4, p. 287-296, nov. 1991.

SOFTMARE ENGINEERING INSTITUTE. CMMI ® para Desenvolvimento – Versão 1.2. Pittsburgh, 2006.

SIJTSEMA, Petra Bosch; BOSCH, Jan. User involvement throughout the innovation process in high-tech industries. Journal of Product Innovation Management, v. 32, n. 5, p. 793-807, set. 2015.

SILVEIRA, Victor Natanael Schwetter. Os modelos multiestágios de maturidade: um breve relato de sua história, sua difusão e sua aplicação na gestão de pessoas por meio do People Capability Maturity Model (P-CMM). Revista de Administração Contemporânea, Curitiba, v. 13, n. 2, p. 228-246, abr./jun. 2009.

SILVEIRA, Natanael Schwetter; GUIMARÃES, Ludmila de Vasconcelos Machado; ABRAÃO, Helder Emanuel. Os modelos de maturidade e a gestão de pessoas: o modelo P-CMM. In. ENCONTRO DA ANPAD, 31., 2007, Anais eletrônicos ... Rio de Janeiro, 2007.

SUN, Hongyi; YAU, Hon Keung; SUEN, Eric Kwok Ming. The simultaneous impacto f supplier and customer involvement on new product performance. Journal of Technology Management & Innovation, Santiago, v. 5, n. 4, p. 70-82, 2010.

TABORDA, Marianna. De consumidor a co-produtor: o potencial das redes sociais. Revista ECO-pós, v. 10, n. 2, p.197-211, dez. 2007.

TSUKUMO, A. N. et al. A Framework for Incremental Evaluation of Software Product Quality Based on ISO/IEC 9126. In: Fifth International Conference on Software Quality Management, SQM'97, 1997, Bath, UK, p. 111-121, 1997.

VAN HOI, Pham; MOL, Arthur PJ; OOSTERVEER, Peter JM. Market governance for safe food in developing countries: the case of low-pesticide vegetables in Vietnam. Journal of Environmental Management, v. 91, n. 2, p. 380-388, nov./dez. 2009.

VARGO, Stephen L.; MAGLIO, Paul P.; AKAKA, Melissa Archpru. On value and value co-creation: a servisse systems and servisse logic perspective. European Management Journal, v. 26, n. 3, p. 145-152, jun. 2008.

VON HIPPEL, Eric; KATZ, Ralph. Shifting innovation to users via toolkits. Management Science, v. 48, n. 7, p. 821-833, jul. 2002.

WOODRUFF, Robert B. Customer value: the next source for competitive advantage. Journal of the Academy of Marketing Science, v. 25, n. 1, p. 139-153, 1997.

ZMOGINSKI, Amanda Saraiva et al. Co-criação de valor: inovação no modelo de negócio obtendo vantagem competitiva. Revista Jovens Pesquisadores, v. 6, n. 10, jan./jul. 2009.

Downloads

Publicado

2018-06-20

Como Citar

Bloemer, R., & Tontini, G. (2018). Modelo para avaliação do grau de maturidade das práticas de cocriação de valor no desenvolvimento de produtos. Encontros Bibli: Revista eletrônica De Biblioteconomia E Ciência Da informação, 60-75. https://doi.org/10.5007/1518-2924.2018v23nespp60