Reflexões acerca da educação continuada em catalogação descritiva: um estudo em bibliotecas universitárias

Fabiano Ferreira de Castro, Sandra Vieira Santos

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1518-2924.2015v20n42p109

A atividade de catalogação nas bibliotecas sempre evoluiu conforme as tecnologias utilizadas em cada época. Nas bibliotecas universitárias, o uso dos catálogos online permite melhor qualidade e celeridade na organização das informações. Para o bibliotecário responsável por essa atividade é fundamental acompanhar essas atualizações de forma a garantir a padronização no processo da descrição bibliográfica e de seus pontos de acesso. Verifica-se, no cenário atual, que o mercado de trabalho vem exigindo profissionais atualizados, impulsionando ao desenvolvimento da Educação Continuada. Nesse contexto, a pesquisa busca estudar a Educação Continuada em Catalogação Descritiva desenvolvida em Sergipe, no período de dez anos na esfera das bibliotecas universitárias públicas e privadas, com os objetivos de verificar a importância da Educação Continuada na Catalogação Descritiva, seus benefícios para o bibliotecário e sua influência na qualidade do Tratamento Descritivo da Informação (TDI). A metodologia caracteriza-se por ser descritiva e exploratória, a fim de buscar conhecimento teórico e empírico acerca do tema, utilizando-se da aplicação de questionário e o levantamento documental, para identificar e caracterizar o perfil do bibliotecário sergipano e suas necessidades de educação continuada. A análise dos resultados evidenciou que os bibliotecários e os órgãos de classe não reconhecem de forma efetiva a necessidade da Educação Continuada na Catalogação Descritiva, o que nos levou a definir que se faz necessária a união das organizações, dos órgãos de classe e das instituições de ensino, na criação de medidas que visem à promoção e à participação nesse processo. Assim, recomenda-se a proposta de criação e de desenvolvimento de um curso lato sensu que sustente e promova ações efetivas para a educação continuada dos bibliotecários no estado de Sergipe.


Palavras-chave


Catalogação Descritiva. Educação Continuada do bibliotecário. Bibliotecas Universitárias. Informação e Tecnologia.

Texto completo:

PDF-A

Referências


ALMEIDA, Daniela Pereira dos Reis. Proposta de formação em serviço como prática de educação continuada para bibliotecários catalogadores da rede de bibliotecas da UNESP. 2007.130 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) ─ Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista. Marília, 2007.

ALVES, Rachel Cristina Vesú. Metadados como elementos no processo de catalogação. 2010.134 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) ─ Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista. Marília, 2010.

BAPTISTA, Dulce Maria. A catalogação como atividade profissional especializada e objeto de ensino universitário. Revista Informação e Informação, Londrina, v.11, n.1, p.1-12, jan/jun. 2006.

BARBOSA, Alice Príncipe. Novos rumos da catalogação. Rio de janeiro: BNG/Brasilart, 1978.

CAMPELLO, Bernadete. Introdução ao controle bibliográfico. 2.ed. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2006.

CASTRO, César Augusto. Histórico e evolução curricular na área de Biblioteconomia no Brasil. In:VALENTIM, Marta Lígia. Formação do profissional da informação. São Paulo: Polis, 2002.

CASTRO, Fabiano Ferreira de. Padrões de representação e descrição de recursos informacionais em bibliotecas digitais na perspectiva da Ciência da Informação:

uma abordagem do MarcOnt Initiative na era da Web Semântica. 2008. 201f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Faculdade de Filosofia e Ciências – Universidade Estadual Paulista, Marília, 2008.

CORRÊA, Elisa Cristina Delfini. Formação do bibliotecário catarinense e as novas tecnologias: contribuição da ACB e do CRB-14. Revista ACB, Santa Catarina, v.6, n.1, p.7-27, 2001.

CRESPO, Isabel Merlo; RODRIGUES, Ana Vera Firnardi; MIRANDA, Celina Leite. Educação continuada para bibliotecários: características e perspectivas em um cenário de mudanças. Biblios, v.7, n.25-26, p.1-14, jul. 2006.

CUNHA, Murilo Bastos. Construindo o futuro: a biblioteca universitária brasileira em 2010. Revista Ciência da Informação, Brasília, v.29, n.1, p.71-89, jan/abr. 2000.

______. O desenvolvimento profissional e a educação continuada. Revista de Biblioteconomia de Brasília, Brasília, v.12, n. 2, p. 145-156, jul/dez. 1984.

FUSCO, Elvis. Modelos conceituais de dados como parte do processo da catalogação: perspectiva de uso dos FRBR no desenvolvimento de catálogos bibliográficos digitais. 2010.249 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) ─ Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista. Marília, 2010

GIANNASI, Maria Júlia. O profissional da informação diante dos

Desafios da sociedade atual: desenvolvimento de pensamento crítico em cursos de

educação continuada e a distância via internet, através da metodologia da problematização.

235 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) ─ Faculdade de Estudos Sociais Aplicados, Universidade de Brasília. Brasília, 1999.

MEY, Eliane Serrão Alves; SILVEIRA, Naira Christofoletti. Catalogação no plural. Brasília: Brinquet de Lemos, 2009.

MIRANDA, Antônio L. C. A profissionalização da Ciência da informação no marco da globalização: paradigmas e propostas. In: Nídia M.L. Lubisco; Lídia M.B.Brandão,Salvador (Org.). Informação e informática. Salvador: EDUFBA, 2000.

MORENO, Edinei et al. Formação continuada de bibliotecários: análise do conteúdo dos sites das entidades de classe. Revista ACB. Santa Catarina, v.12, n.1, p.43-58, 2007.

MORIGI, José Valdir; PAVAN, Cleusa.Tecnologias de informação e comunicação: novas sociabilidades nas bibliotecas universitárias. Revista Ciência da Informação, Brasília, v.33, n.1, jan./abr., p.117 -125, 2004.

PAIXÃO, Regina. Conselho de classe, associação e sindicato. Disponível em:

html>. Acesso em: 04 set.2014.

PEREIRA, Ana Maria; RODRIGUES, Renata. Educação continuada do catalogador: o caso da Universidade do estado de Santa Catarina. Revista ACB. Santa Catarina, v.7, n.1, p.219-239, 2002.

RUCHINSKI, Ana Luiza. Capacitação e atualização do bibliotecário: estudo de caso da Biblioteca Demonstrativa de Brasília. 2009.55f. Monografia (Bacharelado em Biblioteconomia) – Universidade de Brasília, Brasília, 2009.

SANTOS, Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa; CORRÊA, Rosa Maria Rodrigues. Catalogação: trajetória para um código internacional. Niterói: Intertexto, 2009.

SANTOS, Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa; FLAMINO, Adriana Nascimento. MARC 21 e XML como ferramentas para a consolidação da catalogação cooperativa automatizada: uma revisão de literatura. In: VIDOTTI, Silvana Ap.B. Gregorio (coord.). Tecnologia e conteúdos informacionais: abordagens teóricas e práticas. São Paulo: Polis ,2004. 187p. Cap.7, p.113-138.

SANTOS, Sandra Vieira. Educação continuada em catalogação: atualidades e perspectivas dos bibliotecários nas bibliotecas universitárias de Sergipe. 2013. 91f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Biblioteconomia) – Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2013.

TARAPANOFF, Kira. Perfil do profissional da informação no Brasil: diagnóstico de necessidade de treinamento e educação continuada. Brasília: IEL/DF, 1997.




DOI: https://doi.org/10.5007/1518-2924.2015v20n42p109



Direitos autorais 2015 Fabiano Ferreira de Castro, Sandra Vieira Santos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1518-2924.

Conteúdos do periódico licenciados sob uma Licença Creative Commons 4.0 By  (mais informação)