Reflexões sobre a prática docente em disciplinas de tronco comum nos cursos de Arquivologia e de Biblioteconomia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2023.e92184

Palavras-chave:

Serviços de Referência, Ação Cultural, Ensino de Arquivologia, Ensino de Biblioteconomia

Resumo

Objetivo: discute o ensino das disciplinas denominadas de Serviços de Referência e Informação I e Ação Cultural em Unidades de Informação, ambas presentes nos cursos graduação em Arquivologia e em Biblioteconomia e Documentação da Universidade Federal Fluminense (UFF), evidenciando a importância e o diálogo complementar entre ambas disciplinas e sua importância para a formação de arquivistas e bibliotecários enquanto mediadores da informação e da cultura. Descreve as experiências didático-pedagógicas das docentes nas disciplinas mencionadas tanto no que concerne à elaboração do programa da disciplina, quanto em sala de aula.

Método: expõe uma revisão de literatura sobre Serviços de Referência e Ação Cultural no âmbito de arquivos e de bibliotecas e realiza uma Análise de Conteúdo, a partir do Método Categorial para analisar as ementas e conteúdos programáticos das disciplinas.

Resultado: os resultados demonstram que o diálogo entre as referidas disciplinas proporciona uma formação mais comprometida com a perspectiva social dos cursos de Biblioteconomia e Documentação e de Arquivologia da UFF. Profissionais da informação aptos a serem mediadores da informação e da cultura em seus variados aspectos. O uso de estratégias próprias da sociedade da cibercultura, como compartilhamento, conectividade, interatividade, autoria, colaboração, assim como as ferramentas digitais, permitem que discentes sejam atores ativos no processo de ensino e aprendizagem, e não meros espectadores, em consonância com os ensinamentos de Paulo Freire, a educação para a liberdade.

Conclusões: conclui que os Projetos Político-Pedagógico, que instituiu o tronco comum nos currículos dos cursos de Biblioteconomia e Documentação e de Arquivologia da UFF, vêm possibilitando um diálogo profícuo entre essas áreas, em especial, entre as disciplinas de Serviços de Referência e Informação I e Ação Cultural em Unidades de Informação, contribuindo assim para uma formação humanística e social de arquivistas e bibliotecários, que se comprometem com a mediação da informação e da cultura e com a diversidade cultural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marielle Barros de Moraes, Fluminense Federal University

Professora Adjunta C2 DE do Departamento de Ciência da Informação e do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal Fluminense (UFF). Doutora e mestre em Ciência da Informação pela Universidade de São Paulo (USP). Bacharela em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Seus temas de interesse são: Competência em Informação, Ensino de Ciência da Informação, Serviços de Referência em arquivos e bibliotecas e Responsabilidade Social em Arquivologia e em Biblioteconomia. Líder do grupo de pesquisa MediaCult- Media and Information Literacy, Responsabilidade Social, Currículo e Cultura.

Rosimere Mendes Cabral, Fluminense Federal University

Professora Adjunta IV DE da UFF - Departamento de Ciência da Informação. Mestre em Memória Social pelo Programa de Pós-Graduação em Memória Social da UNIRIO, atuando nos seguintes temas: Alexandria - bibliotecas, memória e esquecimento, projeto político. Doutora em Memória Social pelo Programa de Pós-Graduação em Memória Social da UNIRIO.

Referências

ACCART, J-P. Serviço de referência: do presencial ao virtual. Brasília: Briquet de Lemos, 2012.

ALMEIDA JÚNIOR, O. F. Biblioteca pública: avaliação de serviços. Londrina: Eduel, 2013.

BELLOTTO, H. L. Arquivos permanentes: tratamento documental. 4. ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2010.

BELLUZZO, R. C. B.; SANTOS, C. A. dos; ALMEIDA JÚNIOR, O. F. A competência em informação e sua avaliação sob a ótica da mediação da informação: reflexões e aproximações teóricas. Inf. Inf., Londrina, v. 19, n. 2, p. 60-77, maio/ago. 2014. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/informacao/. Acesso em: 02 jun. 2022.

CABRAL, R. M. Arquivo como fonte de difusão cultural e educativa. Acervo: Revista do Arquivo Nacional, Rio de Janeiro, v. 25, n. 1, p. 35-44, 2012. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/43954. Acesso em: 11 ago. 2022.

COELHO, T. O que é ação cultural. São Paulo: Brasiliense, 2006.

DAVALLON, J. A mediação: a comunicação em processo? Prisma.Com, Porto, v. 4, p. 3-36, jun. 2007. Disponível em: http://prisma.cetac.up.pt/edicao_n4_junho_de_2007 /a_mediacao_ a_comunicacao_em _pr.html. Acesso em: 27 out. 2022.

DUFF, W. M. Mediação Arquivística. In: EASTWOOD, T.; MACNEIL, H. (org.). Correntes atuais do pensamento arquivístico. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2017. Cap. 6, p. 171-202.

DEARSTYNE, B. W. Archival reference and outreach. The Reference Librarian, v. 26, n. 56, p. 185-202, oct. 1997. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1300/J120v26n56_14. Acesso em: 24 maio. 2022.

EAGLETON, T. A ideia de cultura. 2. ed. São Paulo: Ed. Unesp, 2011. 208 p.

EVANS, F. B. et al. A basic glossary for archivists, manuscript curators, and records managers. The American Archivist, v. 37, n. 3, p. 415-433, 1974. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/40291669. Acesso em: 20 maio 2022.

FLUSSER, V. A biblioteca como instrumento de ação cultural. R. Bras. Bibliotecon. Doc., São Paulo, v.12, n.3, p. 145-169, set. 1983. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/v/71176. Acesso em: 16 out. 2022.

FREIRE, P. Ação cultural para a liberdade e outros escritos. 14. ed. rev. atual. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011a.

FREIRE, P. A importância do ato de ler. 51. ed. São Paulo: Cortez, 2011b.

GROGAN, D. A prática do serviço de referência. Brasília: Briquet de Lemos, 2001.

JIMERSON, R. C. Arquivos para todos a importância dos arquivos na sociedade. Arquivo & Administração, v. 7, n. 2, p. 27-43, 2008. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/51333. Acesso em: 13 out. 2022.

LARAIA, R. B. Cultura: um conceito antropológico. 11. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1997.

MACEDO, N. D. Princípios e reflexões sobre o Serviço de Referência e Informação. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 23, n.1/4, p.9-37, jan./dez. 1990.

MORAES, M. B.; ALMEIDA, M. A. Mediação da informação, ciência da informação e teorias curriculares: a transdisciplinaridade na formação do profissional da informação. Informação & Informação, Londrina v. 18, n. 3, p. 175-198, 2013. Disponível em: https://ojs.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/12349 Acesso em: 06 out. 2022.

MUELLER, S. Bibliotecas e sociedade: evolução da interpretação de função e papéis da biblioteca. Revista da Escola de Biblioteconomia da UFMG, Belo Horizonte, v. 13, n. 1, 1984. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/74223. Acesso em: 29 set. 2022.

NATIONAL Archives. Frank G. Burke, Acting Archivist of the United States (1985-1987). [S.l.: s.n.], 2017. Disponível em: https://www.archives.gov/about/history/archivists/burke.html. Acesso em: 10 out. 2022.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E A CULTURA. Bureau Internacional de Educação. IBE: glossário de terminologia curricular. Tradução de Rita Brossard. Brasília: UNESCO-IBE, 2016.

RANGANATHAN, S. R. Reference service. Bombay: Asia Publishing House, 1961.

RASTELI, A.; CALDAS, R. F. Percepções sobre a mediação cultural em bibliotecas na literatura nacional e estrangeira. TransInformação, Campinas, v. 29, n. 2, p. 151-161, maio/ago., 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-37862017000200151&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 17 out. 2022.

REFERENCE. In: DICTIONARY of archival terminology. [2000?]. Disponível em: https://dictionary.archivists.org/entry/reference.html. Acesso em: 10 out. 2022.

RODRIGUES, A. C.; FIGUEIREDO, G. R. O curso de arquivologia da Universidade Federal Fluminense (UFF). In: MARQUES, A. A. C.; RONCAGLIO, C. RODRIGUES, G. M. A formação e a pesquisa em arquivologia nas universidades públicas brasileiras. Brasília: Thesaurus, 2011. p. 409-439.

SANTOS, E; WEBER, A. Rev. Diálogo Educ., Curitiba, v. 13, n. 38, p. 285-303, jan./abr. 2013. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/dialogoeducacional/article/view/8042 /7796. Acesso em: 16 out. 2022.

SERVIÇO DE REFERÊNCIA. In: ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Dicionário brasileiro de terminologia arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2005. p. 153.

SILVA, M. Interatividade na educação híbrida. In: PIMENTEL, M; SANTOS, E; SAMPAIO, F. F. (org.). Informática na educação: interatividade, metodologias e redes. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2021. Disponível em: https://ieducacao.ceie-br.org/interatividade. Acesso em: 14 out. 2022.

SCHELLENBERG, T. R. Serviço de Referência. In: SCHELLENBERG, T. R. Arquivos Modernos: princípios e técnicas. Tradução de Nilza Teixeira Soares. 6. ed. Rio de Janeiro: Editora, FGV, 2006. p. 345-359.

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE. Resolução n°. 296, de 29 de novembro de 2006a. Estabelece o Currículo do Curso de Graduação de Biblioteconomia e Documentação. Niterói, 2006a. Disponível em: http://www.conselhos.uff.br/cep/resolucoes/2006/296-2006.pdf. Acesso em: 02 jun. 2022.

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE. Resolução N°. 297, de 29 de novembro de 2006b. Estabelece o Currículo do Curso de Graduação de Biblioteconomia e Documentação. Niterói, 2006b. Disponível em: http://www.conselhos.uff.br/cep/resolucoes/2006/297-2006.pdf. Acesso em: 02 jun. 2022.

WILLIAMS, R. Recursos da esperança: cultura, democracia, socialismo. São Paulo: Ed. Unesp, 2015.

Publicado

2023-06-30

Como Citar

BARROS DE MORAES, Marielle; MENDES CABRAL, Rosimere. Reflexões sobre a prática docente em disciplinas de tronco comum nos cursos de Arquivologia e de Biblioteconomia. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, [S. l.], v. 28, p. 1–22, 2023. DOI: 10.5007/1518-2924.2023.e92184. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/92184. Acesso em: 21 jun. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.