Simulação computacional aliada à teoria da aprendizagem significativa: uma ferramenta para ensino e aprendizagem do efeito fotoelétrico

Stenio Octávio de Oliveira Cardoso, Adriana Gomes Dickman

Resumo


Neste trabalho, é relatado o processo de elaboração e aplicação de uma sequência de atividades que se apoia no uso de simulações computacionais para o ensino do efeito fotoelétrico, explorando os conhecimentos prévios dos alunos e, de maneira gradual, introduzindo novos conceitos. A sequência é composta pelas seguintes etapas: pré-teste; organizadores prévios; aplicação da simulação com roteiro de estudo; organizador explicativo; teste final. Essas etapas são o resultado da interpretação da Teoria de aprendizagem significativa de Ausubel para aquisição de conhecimento, priorizando a organização da estrutura de conceitos. Acredita-se que o uso de simulações computacionais pode levar a ganhos cognitivos ao educando, desde que sejam utilizadas consistentemente com uma teoria de aprendizagem. Nas atividades, foi utilizada a simulação do efeito fotoelétrico desenvolvida pelo projeto PhET da Universidade do Colorado. A sequência de atividades foi aplicada a uma turma do terceiro ano do Ensino Médio de uma instituição de ensino particular. Analisando as respostas da avaliação final, pode-se afirmar que, no geral, houve um entendimento dos alunos em relação aos conceitos relacionados ao fenômeno em questão, sendo identificado principalmente um ganho no grau de inclusividade dos mesmos. Dessa maneira, apoiados em um índice de acerto acima de 67% para a maioria das questões, pode-se considerar a sequência elaborada como um material potencialmente significativo para o ensino do efeito fotoelétrico.


Palavras-chave


Aprendizagem significativa; Simulação computacional; Efeito fotoelétrico; Ensino médio

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2012v29nesp2p891

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >