AS ANTINOMIAS DIALÉTICAS DO LAZER

Autores

  • Gustavo Martins Piccolo Universidade Federal de São Carlos

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2008n30p9

Palavras-chave:

Lazer, Educação Física, Cultura

Resumo

O presente texto busca, através de um árido processo de revisão de literatura, demarcar o lazer como espaço dialético de apropriação, fruição e objetivação cultural pela vivência do lúdico na sociedade, acentuando ao fenômeno lazer a característica de ferramenta mediativa na produção do conhecimento, cuja materialidade pode estar tanto em consonância à incorporação dos objetivos propostos pelas classes dominantes como também no sentido de crítica a estes postulados. Ainda no arcabouço do texto assinalamos possíveis relações entre a Educação Física e o lazer, as quais objetivam a produção de um espaço lúdico libertário e emancipatório.

Biografia do Autor

Gustavo Martins Piccolo, Universidade Federal de São Carlos

Doutorando em Educação Especial pela UFSCar. Mestre em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Licenciado e Bacharel em Educação Física pela UFSCar e professor efetivo de Educação Física da rede estadual de educação do Estado de São Paulo, município de Araraquara. Autor de textos e capítulos de livros publicados em anais de congresso e através de meios digitais em diversas temáticas, com ênfase nos seguintes campos epistemológicos: Educação, Educação Física, jogos, preconceito, gênero, raça e tecnologia social.

Downloads

Publicado

2009-12-11