Parkour e valores morais: ser forte para ser útil

Alessandra Vieira Fernandes, Lilian Kelly de Sousa Galvão

Resumo


Este estudo objetiva apreender os discursos científicos e “populares” divulgados sobre o Parkour, priorizando a identificação de valores morais relacionados a essa prática corporal. Foi realizada uma revisão sistemática da literatura acadêmica científica e uma revisão sistemática de reportagens divulgadas em mídias “populares” através do descritor “Parkour”. Os resultados evidenciaram que características como companheirismo, respeito, altruísmo, integração social e responsabilidade estão presentes no Parkour; por outro lado, também sugeriram que seu processo de popularização tem facilitado a divulgação de uma imagem distorcida da prática, supervalorizando valores morais distantes daqueles preconizados pelos seus idealizadores.

 

 


Palavras-chave


Esporte; Parkour; Valores; Desenvolvimento Moral

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2016v28n47p226



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA