Formação de professores na modalidade a distância: perfil dos egressos, permanência e saberes em um curso de Educação Física

Dennia Pasquali, Roberto Pereira Furtado, Ari Lazzarottti Filho

Resumo


Esse estudo buscou identificar o perfil dos estudantes que permaneceram no curso de licenciatura em Educação Física, na modalidade a distância, e os saberes significativos desenvolvidos nessa formação, relacionando-os com os motivos de permanência até o final do curso. O perfil dos estudantes foi analisado pelos dados disponibilizados pela secretaria do curso e, para analisar a formação em Educação Física, foi elaborado um grupo focal. Os estudantes que permaneceram (42,9%) são na maioria mulheres (52,9%); solteiros (51,9%); a porcentagem de 85,7% cursou a educação básica integralmente em escola pública; 88,4% possuem idade média de 35 anos e moram a uma distância média de 34 km do polo. Ficou de significativo dessa formação o letramento digital, os saberes pedagógicos desenvolvidos ao longo do curso e os saberes das práticas corporais, ao compreenderem a importância da Educação Física no processo de escolarização. Os motivos da permanência elencados foram a qualidade proporcionada pela universidade pública e aqueles de mérito individual como a persistência, a disciplina e a autonomia.


Palavras-chave


Formação de Professores; Educação Física; Educação à distância; Permanência

Texto completo:

PDF/A

Referências


ALMEIDA, Gunther Carlos Feitosa de. As mediações pedagógicas na formação docente a distância em educação física: uma análise das disciplinas que tratam das práticas corporais. 2013, 217 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação Física, Universidade de Brasília, Brasília, 2013.

AMARO, Rosana. Mediação Pedagógica online: análise das funções do tutor na Universidade Aberta do Brasil. 2012. 85 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de Brasília, Brasília, 2012.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2010.

BELLONI, Maria Luiza. Educação a distância. 3 ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2003.

CENSOEAD.BR. Relatório analítico da aprendizagem à distância no Brasil. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2010. Disponível em: < http://www.abed.org.br/site/pt/midiateca/censo_ead/1092/2013/03/censoead.br_2010/2011>. Acesso em: 18 Jan 2014.

CENSOEAD.BR. Relatório analítico da aprendizagem à distância no Brasil. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2014. Disponível em: < http://www.abed.org.br/censoead2014/CensoEAD2014_portugues.pdf>. Acesso em: 22 Ago 2016.

CRUVINEL, Fernanda; LAZZAROTTI FILHO; Ari, SILVA; Ana Márcia. Perfil do estudante da licenciatura em Educação Física da Universidade Federal de Goiás na modalidade à distância. Efdeportes, Revista Digital. Buenos Aires, ano 16, n.156, maio, 2011.

FERNANDES, Suzane Christine et al. Razões da persistência na graduação à distância: percepção dos alunos do curso de Licenciatura em Letras da UFPA, Polo Goianésia do Pará. In: X Congresso Brasileiro de Ensino Superior à Distância, 2013, Belém/PA. ESUD X Congresso Brasileiro de Ensino Superior à Distância: EaD rompendo fronteiras, 2013. Disponível em: . Acesso em: 09 Ago 2016.

FIUZA; Patrícia Jantsch; SARRIERA, Jorge Castellá. Motivos para adesão e permanência na educação superior a distância. Psicologia: ciência e profissão. v.33, n.4. Brasília, 2013. Disponível em: . Acesso em: 27 Ago. 2016.

GATTI, Bernadete Angelina. Grupo focal na pesquisa em ciências sociais e humanas. Brasília: Liber Livro Editora, 2012.

QUARANTA, André; PIRES, Giovani de Lorenzi. Histórias de vida e experiências docentes no estágio supervisionado de licenciandos em Educação Física - modalidade EAD. Movimento, 2013, 19(2), 185.

LAZZAROTTI FILHO, Ari et al. A dinâmica, os principais problemas e as qualidades no desenvolvimento de um curso de licenciatura em Educação Física na modalidade a distância. Pensar a prática, Goiânia, v. 18, n. 3, jul./set. 2015. Disponível em: < https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/34504/19042>. Acesso em: 08 Set. 2016.

LAZZAROTTI FILHO, Ari; SILVA, Ana Márcia; PIRES, Giovani. Saberes e práticas corporais na formação de professores de educação física na modalidade à Distância. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Florianópolis, SC, v. 35, n. 3, mai. 2013. Disponível em: . Acesso em: 02 Out. 2014.

MARTINS, Ronei Ximenes et al. (2013). Porque eles desistem? Estudo sobre a evasão de cursos de licenciatura a distância. In: Congresso Brasileiro de Ensino Superior, 10, 2013. Anais... Belém: UNIREDE, 2013. Disponível em: < http://repositorio.ufla.br/bitstream/1/3127/1/EVENTO_Porque%20eles%20desistem.pdf>. Acesso em: 31 Ago. 2016.

MELANI, Nelma De Toni Donadelli Zonta. Tutoria na educação a distância: um estudo sobre a função pedagógica do tutor. 2013, 129 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de Brasília, Brasília, 2013.

MILL, Daniel; OLIVEIRA, Márcia Rozenfeld G. A educação a distância em pesquisas acadêmicas: uma análise bibliométrica em teses no campo educacional. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, Edição Especial n. 5, p. 15 – 36. Editora UFPR, 2014.

PEREIRA, Gabriela Imbernom. Letramento Digital e professores de LE: Formação para o uso das novas tecnologias em salas de aula. Dissertação apresentada no Programa de Pós-graduação em Lingüística – Universidade Federal de São Carlos, 2008.

SANTOS, Elaine Maria dos; NETO, José Dutra de Oliveira. Evasão na educação à distância: identificando causas e propondo estratégias de prevenção. Revista Paidéi@ - Revista Científica de Educação a Distância. v.2, n.9. Dez, 2009. Disponível em: http://revistapaideia.unimesvirtual.com.br/index.php?journal=paideia&page=article&op=view&path%5b%5d=101&path%5b%5d=96>. Acesso em: 05 Ago. 2016.

SANCHES, Fábio. As estatísticas da EaD no Brasil. In: LITTO, F.; FORMIGA, M. (Org.). Educação a distância: O estado da arte. São Paulo: Pearson Education, 2009. p. 445-455.

SILVA, Margarete Zambelli A mediação pedagógica no ambiente virtual de aprendizagem: análise dos fóruns do curso a distância de educação física. 2012. 97 f. Dissertação -PPGEF - Universidade de Brasília, Brasília, 2012.

SOUZA, Francislê Neri de; SOUZA, Dayse Neri de; COSTA, António Pedro. Importância do questionamento no processo de investigação qualitative. In: COSTA, António Pedro; SOUZA, Francislê Neri de;

SOUZA, Dayse Neri de. (Org.). Investigação Qualitativa: invovação, dilemas e desafios. 2ed. Ludomedia, 2014.

TARDIF, Maurice. Saberes Docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

WILGES, Beatriz et al. Sistemas multiagentes: mapeando a evasão na educação a distância. RENOTE. Revista Novas Tecnologias na Educação, v. 8, p. 1, 2010.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2018v30n53p164



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA