Possibilidades do ensino do voleibol no contexto da educação profissional

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2020e72387

Palavras-chave:

Educação profissional, Ensino médio, Educação física, Voleibol

Resumo

O presente trabalho relata a experiência do ensino de voleibol desenvolvido no contexto da Educação Profissional. A experiência foi realizada em cursos de Agroindústria, Edificações e Química, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás, Campus Aparecida de Goiânia. A ação pedagógica foi desenvolvida em três momentos, o planejamento, a intervenção e a avaliação. O conteúdo foi organizado com o objetivo de enfatizar os aspectos técnicos e táticos, históricos do voleibol e a relação entre o voleibol e sociedade. Nesta experiência, o voleibol foi apresentado como uma manifestação social que, a partir de diferentes determinações sociais, passou por alterações em sua forma de jogo.

Biografia do Autor

Neri Emilio Soares Junior, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás

Graduado em Educação Física pela Universidade Estadual de Goiás (UEG), Mestre e Doutor em Educação pela Universidade de Brasilia.

Referências

BIZZOCCHI, C. C. O voleibol de alto nível: da iniciação à competição. 5. ed. Barueri, SP: Manoel, 2016.

BRASIL. CNE. CEB. Resolução n.06. Diretrizes curriculares nacionais para a educação profissional técnica de nível médio. Brasília, 20 de setembro de 2012. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&id=12992. Acesso em: 07 jul. 2019.

BRASIL. Expansão da educação superior, profissional e tecnológica: mais formação e oportunidades para os brasileiros. Brasília: MEC, s.d. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/expansao/images/apresentacao_expansao_educacao_superior14.pdf. Acesso em: 15 jul. 2019.

BRASIL. Lei n. 9394, de 20 de dezembro de 1996. Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/secad/arquivos/pdf/ldb.pdf. Acesso em: 7 jul. 2019.

BRASIL. MEC. Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Goiás. Plano de Desenvolvimento Institucional (2014-2018). Brasília, Setec, nov. 2014.

BRACHT, V. Sociologia crítica do esporte: uma introdução. 3.ed. Ijuí: Ed. Unijuí, 2005.

CARNELOÇO, M. A. Manual de volibol. Leme: Empresa Editorial Araçatuba, s.d.

COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do ensino de educação física. São Paulo: Cortez, 1992.

COLLET, C. et. al. a organização pedagógica do treinamento de voleibol: um estudo de casos em equipes mirins masculinas catarinenses. Motriz, Rio Claro, v.15, n.2, p.209-218, abr./jun. 2009.

DAÓLIO, J.; VELOZO, E. L. A técnica esportiva como construção cultural: implicações para a pedagogia do esporte. Pensar a prática, Goiânia, v.11, n. 1, 2008.

ESCOBAR, Micheli Ortega; TAFFAREL, Celi Zulke. A cultura corporal. In: HERMIDA, Jorge Fernando (Org). Educação Física: conhecimento e saber escolar. João Pessoa: Editora Universitária da UFPB, 2009.

FUSARI, J. C. O planejamento do trabalho pedagógico: algumas indagações e tentativas de respostas. In: Séries Ideias. v.8. 1989. Disponível em: http://www.crmariocovas.sp.gov.br/dir_a.php?t=014. Acesso em: 02 de ago. 2019.

GASPARIN, J. L. Uma didática para a pedagogia histórico-crítica. 2. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2003.

GOELLNER, S. V. Imagens da mulher no esporte. In: DEL PRIORE, M.; MELO, V. A. (Orgs.). História do esporte no Brasil: do Império aos dias atuais. São Paulo: Editora Unesp, 2009.

LOPEZ, L. A.; SILVEIRA, R.; STIGGER, M. P. O campo da educação física visto a partir da produção acadêmica sobre voleibol. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. v.38, n.03, 2013.

LUCKESI, C. C. Avaliação da aprendizagem: componente do ato pedagógico. São Paulo: Cortez, 2011.

MARCHI JÚNIOR, W. “Sacando” o voleibol. São Paulo: Hucitec; Ijuí, RS: Unijuí, 2004.

MATTHLESEN, S. Q. Um estudo sobre o voleibol: em busca de elementos para sua compreensão. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Santa Maria, v. 15, n. 2, 1994.

MELO, V. A. Das touradas às corridas de cavalo e regatas: primeiros momentos da configuração do campo esportivo no Brasil. In: DEL PRIORE, M.; MELO, V. A. (Orgs.). História do esporte no Brasil: do Império aos dias atuais. São Paulo: Editora Unesp, 2009.

MORAES, L. C. L. et. al. O perfil da produção científica sobre voleibol em periódicos da América Latina e Caribe. Corpoconsciência, Cuiabá-MT, v.22, n.02, maio/ago, 2018.

PALAFOX, G. H. M. Planejamento coletivo do trabalho pedagógico da educação física – PCTP/EF como estratégia sistemática de formação continuada de professores: a experiência de Uberlândia. Movimento, v. 10, n.1, jan-abril, 2004.

SAVIANI, D. Pedagogia Histórico-Crítica: primeiras aproximações. 10. ed. rev. Campinas: Autores Associados, 2008.

SAVIANI, N. Saber escolar: currículo e didática: problemas da unidade conteúdo/método no processo pedagógico. 6.ed. Campinas: Autores Associados, 2010.

SOUZA JÚNIOR; M.; SANTIAGO; E. TAVARES, M. Currículo e saberes escolares: ambiguidades, dúvidas e conflitos. Pro-Posições, Campinas, v. 22, n. 1 (64), jan./abr. 2011.

STIGGER, M. P. Educação física, esporte e diversidade. Campinas: Autores Associados, 2005.

Downloads

Publicado

2020-08-25

Edição

Seção

Porta Aberta