FORMAÇÃO PERMANENTE DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA: notas de investigação sobre o conhecimento crítico-criativo.

Autores

  • Renato Sampaio Sadi

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Formação, conhecimento, Educação Física, Prática profissional

Resumo

Este artigo apresenta o tema da formação permanente dos professores de educação física e aborda o conteúdo dessa formação, o conhecimento crítico-criativo. Discute a organização dos professores e o papel da formação a partir da prática profissional e dos saberes sistematizados, sugerindo novos caminhos para a área profissional e acadêmica. O professor, como sujeito que estuda, pesquisa e intervém na realidade é concebido como um agente de transformação social desde a formação inicial, até as experiências da profissão. O processo de formação permanente é compreendido nos marcos da flexibilidade, tolerância, autonomia e responsabilidade coletiva, questões complexas e, ao mesmo tempo, coerentes com as novas determinações do mundo produtivo que apresenta novas determinações para a atividade docente, que passa a ser uma questão não apenas das instituições formadoras mas também uma necessidade dos próprios professores.

Biografia do Autor

Renato Sampaio Sadi

Graduação em Educação Física (1986), Mestrado em Educação: História, Política, Sociedade - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1996) e Doutorado em Educação: História, Política, Sociedade - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2001) Professor adjunto da Universidade Federal de Goiás - Faculdade de Educação Física. Experiência na área de Educação Básica e Ensino Superior. Desenvolve projetos de Teoria Geral da Educação Física e Pedagogia do Esporte http://lattes.cnpq.br/9818211771012282

Downloads

Publicado

2008-03-14