Para além da legitimidade: a necessidade da Educação Física escolar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2020e75902

Palavras-chave:

Escola, Capitalismo, Emancipação humana, Educação física

Resumo

A obra “A necessidade histórica da Educação Física na Escola: impasses atuais”, de Rosângela Aparecida Mello, está pautada nos pressupostos da teoria do materialismo histórico e busca recolocar esta concepção nas discussões sobre a Educação Física. O objetivo central da obra é investigar a necessidade histórica da Educação Física escolar no contexto atual de crise e renovação do capital. Mello expõe um debate acerca da legitimidade da disciplina, deslocando-o para a questão de sua necessidade histórica, elevando a discussão a um novo patamar. Considera que as necessidades são construções histórico-sociais que buscam, tanto na Educação Física como em qualquer outro campo social, a construção de uma sociedade emancipada. Todavia, dentro de seus limites e possibilidades, a escola e a Educação Física pouco podem contribuir para a superação social radical, visto que só é possível pensar a cultura corporal para a emancipação humana se, de fato, esta for a intenção social.

Biografia do Autor

Fernanda Herran Fernandes, Universidade Estadual de Maringá

Mestranda em Educação Física do Programa de Pós-graduação UEM/UEL

Professora de Educação Física da Prefeitura Municiapal de Cianorte-PR

Referências

MELLO, Rosângela Aparecida. A necessidade histórica da Educação Física na escola: os impasses atuais. São Paulo: Instituto Lukács, 2014.

Downloads

Publicado

2020-11-16

Edição

Seção

Porta Aberta