Reconstruindo a cultura em cooperação mediado pela pedagogia para a infância do Movimento da Escola Moderna portuguesa

Autores

  • Maria Assunção Folque Universidade de Évora

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-795X.2014v32n3p951

Resumo

Neste artigo procurou-se contribuir para repensar o papel da escola infantil e do educador na sua relação com as crianças e com a sociedade recorrendo às teoria histórico-cultural e da atividade. Convocou-se o conceito de reconstrução cooperada da cultura, uma das finalidades do Movimento da Escola Moderna portuguesa, procurando explicitar e analisar o seu modelo pedagógico na educação de infância. Baseando-nos em pesquisas levadas a cabo quer por académicos, quer por educadores no seio deste movimento de professores, colocou-se o enfoque em elementos centrais desta pedagogia. Estes elementos, refletidos à luz do referencial teórico referido, procuram contribuir para aproximar a escola da cultura, compreendendo as instituições para a infância como espaço de revitalização cultural e social, onde o currículo decorre de uma gestão cooperada e os circuitos de comunicação revitalizam o encontro humano numa construção mútua de significados e de aprendizagens. A análise dos dados empíricos permite igualmente aprontar caminhos ainda por percorrer no sentido deuma resignificação das práticas educativas institucionais na infância.

Biografia do Autor

Maria Assunção Folque, Universidade de Évora

Doutora em Educação pelo Institute of Education London University. Professora auxiliar no Departamento de Pedagogia e Educação daUniversidade de Évora, Portugal.

Downloads

Publicado

2014-05-30

Como Citar

Folque, M. A. (2014). Reconstruindo a cultura em cooperação mediado pela pedagogia para a infância do Movimento da Escola Moderna portuguesa. erspectiva, 32(3), 951–975. https://doi.org/10.5007/2175-795X.2014v32n3p951

Edição

Seção

Artigos de Dossiês Temáticos