Solo el nuevo perfume de una vieja ideología

Hugo Calello

Resumo


O conteúdo do ensaio pode ser resumido em três pontos básicos: 1. são analisadas as raízes filosóficas, Nietzsche e Heidegger, do que denominamos “o novo perfume de uma velha ideologia”. Uma ideologia cujo poder consensual se apóia na constituição de um imaginário que impregna a sociedade de fantasias e modismos mediante os quais a incerteza, a má sorte, a violência e a desigualdade se apresentam como as novas e absolutas formas de liberdade do início do século; 2. analisa-se, a partir da teoria critica (Adorno), como, por meio da hegemonia da palavra vazia constitui-se um jargão político destinado a manter a sociedade paralisada no consenso rotineiro; 3. discute-se o papel que autores importantes se efetiva na constituição de tal consenso, tanto os novos intelectuais orgânicos da cultura hegemônica como os “pragmatistas” e os “desconstrutivistas”.


Palavras-chave


Ideologia; Teoria crítica; Novos intelectuais; Cultura

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x



Direitos autorais 2001 Hugo Calello

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Perspectiva, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN print 0102-5473, ISSN 2175-795X.

Recomendamos o uso do browser Firefox_Mozilla como navegador do portal .

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.