AS CONTRIBUIÇÕES DO TRABALHO DE CAMPO PARA GEOGRAFIA NO ENSINO MÉDIO: INTERSEÇÃO RURAL EM MEIO A UMA REGIÃO DENSAMENTE URBANIZADA, FLORIANÓPOLIS/SC

Autores

  • Rodrigo Sartori Bogo Universidade Federal de Santa Catarina
  • André Felipe Pacheco de Lima Tabalipa Universidade Federal de Santa Catarina

Palavras-chave:

Trabalho de campo, Espaço rural, Geografia escolar, Agrofloresta,

Resumo

Resultante do estágio de dois graduandos de licenciatura em Geografia, este trabalho trata-se de uma discussão e revisão acerca dos trabalhos de campo e das relações entre espaços rurais e urbanos, tendo como estudo de caso uma saída de campo realizada com alunos de ensino médio de uma escola pública federal do município de São José/SC. Tendo como objetivo discutir a importância, limites e potencialidades do trabalho de campo no ensino de geografia no nível do Ensino Médio, assim como a função do estudo de caso para as discussões sobre a transição urbano-rural, utilizaram-se de revisão bibliográfica detalhada e conclusões derivadas do trabalho de campo de campo em si. Como resultado, percebeu-se que os trabalhos de campo são importante componente da escolarização, especialmente na disciplina escolar de geografia. Além disso, por via da descrição e das observações do trabalho de campo aqui utilizado como estudo de caso, realizado em sítio agroflorestal no bairro Ratones (Ilha de Santa Catarina, município de Florianópolis/SC) foi possível concluir que uma atividade deste tipo tem muito a contribuir nas discussões que envolvem a transição e a interpretação dos limites entre espaços rurais e urbanos. Sendo este tema componente essencial do currículo do Ensino Médio, acredita-se que atividades de campo, bem planejadas e estruturadas, são ferramenta pedagógica essencial para atingir um resultado adequado do processo de ensino-aprendizagem.

Biografia do Autor

Rodrigo Sartori Bogo, Universidade Federal de Santa Catarina

Mestrando em Geografia (Desenvolvimento Regional e Urbano) na Universidade Federal de Santa Catarina. Bacharel em Geografia na UFSC. Pesquisador associado ao Laboratório Cidade e Sociedade, do departamento de Geociências da UFSC.

André Felipe Pacheco de Lima Tabalipa, Universidade Federal de Santa Catarina

Graduando em Geografia na Universidade Federal de Santa Catarina

Referências

AMADE, Nelson; PAINHO, Marco. Google Earth como Ferramenta Didáctica: Um estudo de caso numa escola secundária. Revista Electrónica de Investigação e Desenvolvimento, Beira, v. 1, n. 1, p.1-14, dez. 2013. Disponível em: <http://reid.ucm.ac.mz/index.php/reid/article/view/6>. Acesso em: 12 jul. 2017.

BRANDÃO, Inêz de Deus Neiva; MELLO, Márcia Cristina de Oliveira. Recursos didáticos no ensino de Geografia: Tematizações e possibilidades de uso nas práticas pedagógicas. Revista Geografia e Pesquisa, Ourinhos, v. 7, n. 2, p.81-97, dez. 2013.
CALADO, Flaviana M. O ensino de Geografia e o uso dos recursos didáticos e tecnológicos. Geosaberes, Fortaleza, v. 3, n. 5, p.12-20, jan. / jun. 2012.
CALLAI, Helena C. et al. O estudo do município e o ensino de história e geografia. Ijuí, Unijuí, 1988. In: ________________. A geografia e a escola: muda a geografia? Muda a escola? Terra Livre - Paradigmas da geografia Parte I, São Paulo: AGB, número 16, 1º semestre/2001, p. 133-152.

CARVALHO, R. As Tecnologias no Cotidiano Escolar: Possibilidades de Articular o Trabalho Pedagógico aos Recursos Tecnológicos. Cambará. 2009. Disponível em: <www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/1442-8.pdf.>. Acesso em 29 Nov 2018.

CARVALHO, Breylla Campos; SANTOS, André Henrique Bezerra dos; OLIVEIRA, Déborah de. Trabalho de campo como recurso didático no ensino de geografia física. 2013. Disponível em: <http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/janeiro2013/geografia_artigos/artigocarvalho_aula_campo_geofisica.pdf>. Acesso em: 30 nov. 2018.

COMPIANI, M.; CARNEIRO, C. D. R. 1993. Os papéis didáticos das excursões geológicas. Enseñanza de lãs Ciências de laTierra, n.1-2, p.90-98.

DOMINGOS, Karine; DUTRA, Rodolfo. Vivência do estágio docente nos anos finais: As possibilidades metodológicas para a docência. Desafios e aplicações de saídas de campo. Pesquisar: Revista de Estudos e Pesquisas em Ensino de Geografia, Florianópolis, v. 5, n. 8, p.42-50, set. 2018. Disponível em: <http://incubadora.periodicos.ufsc.br/index.php/pesquisar>. Acesso em: 30 nov. 2018.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico 2010. 2010. Disponível em: <https://censo2010.ibge.gov.br/>. Acesso em: 13 nov. 2018.
LIMA, Vanuzia Brito; ASSIS, Lenilton Francisco de. Mapeando alguns roteiros de trabalho de campo em Sobral-CE: Uma contribuição ao ensino de geografia. Revista da Casa da Geografia de Sobral, Sobral, v. 7, n. 1, p.109-121, jan. 2005.

MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Ensino: As abordagens do processo. 12. ed. São Paulo: Editora Pedagógica e Universitária, 2001. 119 p.

NEVES, K. F. T. V. Os trabalhos de campo no ensino de Geografia: Reflexões sobre a prática docente na educação básica. Ilhéus: Editora da Uesc, 2010. 137 p.

RIO, Gisela A. P. do. Trabalho de Campo na (Re)construção da Pesquisa Geográfica: Reflexões Sobre Um Tradicional Instrumento de Investigação. Espaço Aberto, PPGG - UFRJ, V. 1, N.1, p. 07-19, 2011.
SANSOLO, Davis Gruber. O trabalho de campo e o ensino de geografia. Geousp, São Paulo, v. 1, n. 7, p.135-145, jun. 2000. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/geousp/issue/view/9239>. Acesso em: 30 nov. 2018
SERPA, Ângelo. O trabalho de campo em geografia: Uma abordagem teórico-metodológica. Boletim Paulista de Geografia, São Paulo, v. 1, n. 84, p.7-24, dez. 2006.
SILVA, M. M. da C.; SILVA, C. R.; SILVA, R. P.; SILVA, L. A. P. Dificuldades de Aprendizagem no Ensino de Geografia no 7º Ano da U. E. Florisa Silva em Canto do Buriti-PI. In: Revista de Estudos e Pesquisas em Ensino de Geografia. Florianópolis, v. 1, n. 2, out. 2014, p. 78-96.

SOUZA, J. C.; PEREIRA, R. M.. Uma Reflexão Acerca da Importância do Trabalho de Campo e Sua Aplicabilidade no Ensino de Geografia. Disponível em: <https://observatoriogeogoias.iesa.ufg.br/up/215/o/uma_reflexao_acerca_da_importancia_do_trabalho_de_campo.pdf>. Acesso em 05 nov 2016.

TOMITA, L. M. S.; Trabalho de campo como instrumento de ensino em Geografia. Geografia, Londrina, v. 8, n. 1, p. 13-15, jan./ jun. 1999.

Downloads

Publicado

2019-05-29

Edição

Seção

Artigos Científicos