O Contributo da Discussão em Grupo para Superar Dificuldades Sentidas pelos Alunos na Aprendizagem da Geometria

Autores

  • Maria Gorete Pires Branco Escola Secundária de Caldas das Taipas, Guimarães - Portugal
  • Maria Helena Martinho Universidade do Minho, Braga - Portugal

DOI:

https://doi.org/10.5007/1981-1322.2015v10n2p76

Resumo

Neste artigo procura-se compreender quais os contributos da discussão em pequeno e em grande grupo, para superar dificuldades sentidas pelos alunos de uma turma do 10.º ano de escolaridade em Geometria. Optou-se por uma metodologia de natureza qualitativa tendo por base o paradigma descritivo e interpretativo, seguindo a modalidade de estudo de caso. Os participantes foram dois grupos de alunos de uma turma do 10.º ano (com uma média de idade de 15 anos). Os dados foram recolhidos através da observação participante ativa, da análise documental e de entrevistas de grupo. Os resultados da experiência sugerem que a discussão em pequeno grupo ajudou os alunos a superar dificuldades na aprendizagem da Geometria, em situações que envolviam conceitos e raciocínios matemáticos. Contudo, a discussão em grande grupo tornou-se fundamental na maior parte das situações, cujos raciocínios se revelavam mais complexos.

Biografia do Autor

Maria Gorete Pires Branco, Escola Secundária de Caldas das Taipas, Guimarães - Portugal

Mestre em Ciências da Educação, área de especialização em Supervisão Pedagógica na Educação Matemática. Professora de Matemática da Escola Secundária de Caldas das Taipas, Guimarães, Portugal. 

Maria Helena Martinho, Universidade do Minho, Braga - Portugal

Doutorada em Didática da Matemática pela Universidade de Lisboa. Docente no Instituto de Educação da Universidade do Minho. Investigadora do Centro de Investigação em Educação da Universidade do Minho, Braga, Portugal. 

Downloads

Publicado

2016-01-19

Edição

Seção

Artigos