Transposição didática: o caso das unidades de memória da informática

Herman do Lago Mendes

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1981-1322.2016v11n2p156

É uma pesquisa documental que objetiva identificar convergências e/ou divergências entre o saber a ser ensinado e o saber ensinado referente ao objeto do saber: unidades de memória da informática. Utiliza a teoria da transposição didática de Yves Chevallard e princípios teóricos de grandeza, objeto e medida. Observa a abordagem de estudo de unidades de memória da informática em 5 coleções de livros didáticos de matemática (caracterizando desta maneira o saber ensinado). Identifica sugestões de ensino em 3 diretrizes curriculares nacionais e 1 estadual (Pernambuco), para assim caracterizar o saber a ser ensinado. Também recorre às normas estabelecidas em Sistema Internacional de Unidades (SI) e Commission Electrotechnique Internationale (CEI). Observa como é trabalhada a transposição didática desse saber. Identifica: convergência de proposta de ensino entre diretrizes curriculares e livros didáticos de matemática; divergências de conceitos entre estas e o SI, a CEI.


Palavras-chave


Unidades de Memória da Informática; Grandezas e Medidas; Teoria da Transposição Didática

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1981-1322.2016v11n2p156

 

Indexadores, diretórios e base de dados:

 

 

 

REVEMAT: R. Eletr. Educ. Mat., UFSC/MTM/PPGECT, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 1981-1322.