Problematizando o uso das expressões “responsabilidades sociais” e “implicações para a sala de aula”

Marcio Antonio Silva

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1981-1322.2016v11n2p328

Neste ensaio, apresentam-se modos de teorizações, a partir da temática “Responsabilidades Sociais da Pesquisa em Educação Matemática: implicações para a sala de aula da Educação Básica”. Utiliza-se a análise do discurso, na perspectiva de Foucault, para problematizar as expressões “responsabilidades sociais” e “implicações para a sala de aula”. Argumenta-se que as expressões mencionadas movimentam discursos ligados ao assistencialismo, à caridade, à necessidade de pagar uma dívida moral pela desigualdade de saberes envolvidos na relação pesquisadores-professores ou universidade-escola, no caso de “responsabilidades sociais” e ligados à aplicabilidade imediata em pesquisas e à cultura da performatividade, quando se refere às “implicações para a sala de aula”. Sugere-se o deslocamento da expressão “Responsabilidades Sociais da Pesquisa em Educação Matemática: implicações para a sala de aula da Educação Básica” para a reflexão sobre alguns pressupostos e algumas questões que podem contribuir para a Educação Matemática e, sobretudo, para se repensar algumas práticas investigativas.


Palavras-chave


Educação Matemática; Análise do Discurso; Teorizações; Problematização

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1981-1322.2016v11n2p328

 

Indexadores, diretórios e base de dados:

 

 

 

REVEMAT: R. Eletr. Educ. Mat., UFSC/MTM/PPGECT, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 1981-1322.