Filosofia, Educação e Matemática em uma relação íntima

Ubiratan D'Ambrosio

Resumo


Neste trabalho abordo a Filosofia da Educação Matemática a partir de discussões sobre a natureza das disciplinas de Filosofia, Educação e Matemática, a influência mútua entre elas e a sua evolução ao longo da história cultural da humanidade. A análise é feita com base numa visão ampla e holística do conhecimento e do comportamento da espécie humana ao longo de sua evolução. O ponto de partida é o reconhecimento do fenômeno vida, caracterizado por estratégias de ação como resposta à pulsão de sobrevivência, que determina a interação entre um indivíduo, outro indivíduo e, por extensão, a sociedade e a natureza, o que é próprio a todas as espécies animais, e à pulsão de transcendência, presente unicamente nas espécies homo, que leva a buscar explicações para fatos e fenômenos e que dá origem a mitos e a suas organizações complexas, que são as religiões e as ciências, em permanente competição. A partir dessas considerações gerais apresento minha visão do que seria uma Filosofia da Educação Matemática.


Palavras-chave


Filosofia; Educação; Matemática; Conhecimento; Comportamento

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1981-1322.2016v11nespp21

Indexadores, diretórios e base de dados:

                                                                     

 

REVEMAT: R. Eletr. Educ. Mat., UFSC/MTM/PPGECT, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 1981-1322.
 
 

 Licença Creative Commons
Está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.