A concepção ontológica dos objetos matemáticos na teoria da objetificação

Severino Carlos Gomes, Bernadete Morey

Resumo


O presente artigo tem como objetivo destacar o fato de que nem todas as teorias contemporâneas de aprendizagem em Educação Matemática discutem a concepção ontológica de seu objeto do conhecimento, em particular, a ontologia dos entes matemáticos (números, conjuntos, funções, matrizes, vetores...). O processo de investigação se deu através da metodologia de pesquisa bibliográfica utilizando como parâmetro a emergente teoria sociocultural denominada por The Theory of Knowledge Objectification – TKO (Teoria da Objetificação do Conhecimento ou, simplesmente, Teoria da Objetificação) idealizada por Luis Radford.


Palavras-chave


Teoria da Objetificação; Objetos Matemáticos; Teoria de Aprendizagem

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1981-1322.2016v11nespp216

Indexadores, diretórios e base de dados:

                                                                     

 

REVEMAT: R. Eletr. Educ. Mat., UFSC/MTM/PPGECT, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 1981-1322.
 
 

 Licença Creative Commons
Está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.