Tendências no ensino da matemática nos anos finais do ensino fundamental: abordagens evidenciadas em livros didáticos

Adriana Richit, Luana Angélica Alberti

Resumo


O artigo problematiza o modo como são abordadas as principais tendências no ensino de matemática em livros didáticos dos anos finais do ensino fundamental. A análise seguiu a perspectiva qualitativa e interpretativa, baseada em uma análise de conteúdo bardiniana, e tomou por foco de investigação a coleção Praticando Matemática, do 6.º ao 9.º ano, que foi a coleção com maior número de exemplares distribuídos na segunda edição do Programa Nacional do Livro Didático (no triênio 2014-2016), posterior à implementação do ensino fundamental de nove anos. Mediante a análise realizada foram evidenciadas três perspectivas, segundo as quais as tendências no ensino da matemática têm sido desenvolvidas: abordagem histórica para apresentação e/ou desenvolvimento de conteúdos matemáticos, possibilitando a percepção de que a matemática é uma criação humana situada num tempo e espaço dinâmico, que surge a partir de necessidades sociais humanas; situações matemáticas como contexto para o desenvolvimento de conteúdos matemáticos, buscando aproximar a matemática escolar da matemática da sociedade e; situações investigativas como cenário de aprendizagem da matemática, as quais se constituem em atividades que oportunizem aos alunos participar na construção do conhecimento.


Palavras-chave


Tendências no ensino da matemática; Ensino fundamental de nove anos; Livros didáticos de matemática; Anos finais do ensino fundamental

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1981-1322.2017v12n1p145

 

Indexadores, diretórios e base de dados:

 

 

 

REVEMAT: R. Eletr. Educ. Mat., UFSC/MTM/PPGECT, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 1981-1322.