Pequeno Ensaio sobre a Injustiça: Memórias Secas de um Tribunal de Segurança Nacional.
doi:10.5007/2177-7055.2010v31n61p111

Marcelo Andrade Cattoni de Oliveira, Gustavo Silveira Siqueira

Resumo


O presente artigo pretende fazer uma reconstrução da história do Tribunal de Segurança Nacional. Mas a pretensão não é fazer essa reconstrução com aspectos legais apenas, mas utilizar a literatura, nesse caso específico a obra Memórias do Cárcere de Graciliano Ramos, como um caminho para estudar o Tribunal de Segurança Nacional para além das suas normas, para além dos seus julgamentos. A tentativa é demonstrar como a literatura, especialmente nesse caso, pode ser uma fonte de História do Direito e, e um importante caminho para compreender a percepção da sociedade àquela época sobre o direito e suas instituições

Palavras-chave


Memórias do Cárcere; Tribunal de Segurança Nacional; Direito, História e Literatura.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2177-7055.2010v31n61p111

Seqüência. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, ISSNe 2177-7055