Domestication and foreignization: an analysis of culture-specific items in official and non-official subtitles of the tv series heroes.

Autores

  • Rafael Matielo UFSC
  • Elaine B. Espindola UFSC

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7968.2011v1n27p71

Palavras-chave:

Análise de Legendas

Resumo

O presente estudo se insere no campo de Tradução Multimídia ou Tradução Audiovisual (TAV) e parte do estudo de Espindola (2005). Esta pesquisa objetiva analisar o mesmo produto tradutório sob duas perspectivas diferentes: Legendas Oficiais (LO), traduzidas no Brasil pela empresa Drei Marc e Legendas Não-Oficiais (LNO), traduzidas pelo grupo de internautas chamado 9th Wonders. Esta pesquisa analisa os chamados Itens de Especificidade Cultural (IECs) e o tratamento dado a eles durante o processo de legendagem à luz dos conceitos de Domesticação e Estrangeirização. O episódio analisado apresentou 42 IECs que foram identificados e categorizados. As LOs apresentaram 33 IECs estrangeirizados, 07 IECs domesticados e 02 omissões. Em relação às LNOs, 32 IECs foram estrangeirizados, 08 IECs foram domesticados e 02 IECs omitidos. Durante a legendagem de Heroes, o legendador deparou-se com diversidade cultural e precisou lidar com tal diversidade e, nos poucos momentos onde houve domesticação, a estratégia empregada foi a de ajuste, ocasionando a diminuição do impacto dos elementos culturais. Quando o oposto ocorreu, a implicação foi que, ao estrangeirizar, uma sensação de ‘estrangeiro’ foi criada, possivelmente impactando o processamento ou aceitação desses elementos.

Biografia do Autor

Rafael Matielo, UFSC

Mestrando pelo Programa de Pós-Graduação em Letras/Inglês e Literatura Correspondente.

Downloads

Publicado

2011-11-08

Edição

Seção

Artigos