Tradução do feminino: Szymborska

Autores

  • Olga Donata Guerizoli Kempinska Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7968.2014v1n33p35

Palavras-chave:

Tradução, Gênero, Humor, Szymborska

Resumo

O artigo debruça-se sobre os problemas envolvidos na tradução do feminino, resultantes da articulação discursiva do gênero e das condições sócio-históricas de sua construção. As diferenças entre línguas tornam difícil a transposição dessa articulação e tal é o caso em alguns dos poemas de Wisława Szymborska. Uma leitura atenta de sua obra e de suas traduções em diferentes línguas mostra que seu humor especificamente feminino é também um desafio para o tradutor.

Biografia do Autor

Olga Donata Guerizoli Kempinska, Universidade Federal Fluminense

Possui graduação e mestrado em Filologia Românica pela Uniwersytet Jagiellonski de Cracóvia, Polônia. Doutorou-se em História Social da Cultura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), em 2008. Atualmente é professora Adjunta do Departamento de Ciências da Linguagem (subárea: Teoria da Literatura) da Universidade Federal Fluminense (UFF). Niterói, Rio de Janeiro, Brasil. E-mail: olgagkem@gmail.com

Downloads

Publicado

2014-07-31

Edição

Seção

Artigos