“The Garden Party” e suas diferentes leituras: algumas considerações sobre a tradução literária

Fernanda Nunes Menegotto, Rosalia Angelita Neumann Garcia

Resumo


Este artigo apresenta algumas considerações sobre a tradução do conto “The Garden Party”, da autora neozelandesa Katherine Mansfield. Os comentários são divididos em três seções. A primeira está relacionada ao conceito de culture-specific items, de Javier Franco Aixelá (1996), que discute a tradução de termos específicos da cultura da língua-fonte. A segunda seção lida com a variação linguística, explorando o fato de os personagens de classes pobres terem, nesse texto, sua fala marcada. Por fim, é explorada a multiplicidade de leituras possíveis para um mesmo texto, e os efeitos disso na tradução. Para isso, são analisados alguns aspectos da linguagem usada por Mansfield, conforme discutidos por diferentes ensaios a respeito do conto.


Palavras-chave


Tradução literária; Literatura de língua inglesa; Referências culturais; Variação linguística; Crítica literária

Texto completo:

PDF/A

Referências


AIXELÁ, Javier Franco. Culture-specific Items in Translation. In: ÁLVAREZ, mán; VIDAL, M. Carmen-África (Ed.). Translation, Power, Subversion. evedon: Multilingal Matters, 1996, p. 52-78.

ATKINSON, William. Mrs. Sheridan’s masterstroke: Liminality in Katherine nsfield’s “The Garden-Party”. English Studies, v. 87, n. 1, p. 53-61, Feb. 006.

DAY, Thomas. The Politics of Voice on Katherine Mansfield’s ‘The Garden rty’. English, v. 60, n. 229, p. 128-141, 18 Jan. 2011. Disponível em: . Acesso em: 29 out. 2015.

FARIA, Johnwill Costa; HATJE-FAGGION, Válmi. O problema da oralidade m três traduções de Of Mice and Men, de John Steinbeck. Cadernos de adução, Florianópolis, v. 1, n. 29, p. 53-71, 11 set. 2012. Disponível m: . Acesso em: 10 jun. 2013.

HANES, Vanessa Lopes Lourenço. A tradução de variantes orais da língua nglesa no português do Brasil: uma abordagem inicial. Sci. Trad., Florianópolis, . 13, p. 178-196, jul. 2013. Disponível em: . Acesso em: 27 out. 2015.

MANSFIELD, Katherine. The Garden Party. In: ______. The Garden Party and her Stories. Adelaide: Ebooks @ Adelaide, 2006. p. 34-46. Disponível em: https://ebooks.adelaide.edu.au/m/mansfield/katherine/garden/index.html>. esso em: 2 nov. 2015.

SEVERN, Stephen E. Linguistic Structure and Rhetorical Resolution in Katherine nsfield’s “The Garden Party”. Journal of The Short Story in English, v. 52, . 71-82, Spring 2009. Disponível em: . Acesso m: 29 out. 2015.

SOARES, Mariana Schuchter; GAMONAL, Maucha Andrade; LACERDA, trícia Fabiane Amaral da Cunha. Rediscutindo a noção de equivalência linguística a tradução a partir da Sociolinguística Variacionista. Revista Gatilho, Juiz de ra, v. 6, n. 14, dez. 2011. Disponível em: . Acesso em: 27 out. 2015.

VERDOLINI, Thaís Helena Affonso. Tradução e Variação Linguística: Captain derpants em Estudo. Cadernos de Pós-graduação do Programa de Pós- aduação em Letras da Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, v. 0, n. 2, p. 1-16, 2010. Disponível em: . Acesso em: 27 out. 2015.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7968.2018v38n2p143



Cadernos de Tradução, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 2175-7968.