O Divã de Goethe no Brasil: Uma Dança da Poesia, Harmônica no Tumulto

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7968.2021.e83954

Palavras-chave:

Goethe, Divã Ocidento-Oriental, Hafez, Teoria da Tradução, Weltliteratur

Resumo

Este ensaio enfoca o mais amplo ciclo lírico de Johann Wolfgang von Goethe sob o ensejo da publicação, em 2020, de sua primeira tradução integral em português, assinada por Daniel Martineschen: Divã ocidento-oriental (Estação Liberdade). Posição de destaque nas considerações sobre os procedimentos mobilizados pelo tradutor ocupam os poemas “Anelo abençoado” (Livro do Cantor”), também traduzido por Manuel Bandeira, e “Gingo biloba” (Livro de Zuleica”). Nesse contexto, o ensaio recorre ainda à tipologia tripartite sobre a arte da tradução que Goethe esboçou no texto em prosa (“Notas e ensaios para uma melhor compreensão do Divã”) que acompanha os 12 livros de poemas. Por fim procurou-se relacionar o Divã à concepção goethiana de Literatura Mundial (Weltliteratur), na qual entraram também canções “brasileiras” em língua tupi.

Biografia do Autor

Marcus V. Mazzari, Universidade de São Paulo

possui graduação em Letras Alemão pela Universidade de São Paulo (1981), mestrado em Letras (Língua e Literatura Alemã) pela Universidade de São Paulo (1988), doutorado em Germanística - Freie Universitaet Berlin (1994) e livre-docência pela Universidade de São Paulo (2008). Atualmente é professor da Universidade de São Paulo. Vice-chefe do Departamento de Teoria Literária e Literatura Comparada entre janeiro de 2006 e julho de 2009. Chefe do DTLLC de agosto de 2009 a agosto de 2011. Membro associado do Goethe-Institut São Paulo desde 2006. Presidente da Associação Goethe do Brasil, fundada em março de 2009. Membro, desde 2002, do Laboratório de Memória e História Oral Simone Weil (Instituto de Psicologia da USP). Professor convidado (Literatura Brasileira) no Instituto Latino-americano (Lateinamerika-Institut, Universidade Livre de Berlim) em outubro e novembro de 2004 e na Université Paris 8 (Vincennes-Saint-Denis) entre setembro de 2014 e janeiro de 2015. Coordenador editorial da coleção Thomas Mann, que começou a ser publicada pela Companhia das Letras em 2015. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Comparada, atuando principalmente nos seguintes temas: Goethe, "Fausto", romance de formação, "Grande sertão: veredas", poesia e narrativa brasileira e alemã.

Referências

Alighieri, Dante. Convívio. Tradução de Emmanuel França de Brito. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

Barrento, João. “Poesia. A glorificação do sensível”. Revista Estudos Avançados, 33. 96, mai/ago (2019): 317 – 337.

Benjamin, Walter. “Goethe”. Tradução de Irene Aron e Sidney Camargo. Ensaios reunidos: Escritos sobre Goethe. Marcus Vinicius Mazzari (Ed.). São Paulo: Duas Cidades/Editora 34, 2009.

Campos, Haroldo de. Deus e o diabo no Fausto de Goethe. São Paulo: Perspectiva, 2005.

Cervantes, Miguel de. O engenhoso fidalgo D. Quixote de La Mancha (Primeiro Livro). Tradução de Sérgio Molina. São Paulo: Editora 34, 2002.

Eckermann, Johann Peter. Conversações com Goethe nos últimos anos de sua vida. Tradução de Mario Luiz Frungillo. São Paulo: Editora UNESP, 2016.

Goethe, Johann Wolfgang v. De minha vida. Poesia e verdade. Tradução de Maurício M. Cardozo. São Paulo: Editora UNESP, 2017.

Goethe, Johann Wolfgang v. Divã ocidento-oriental. Traduzido por Daniel Martineschen. São Paulo: Estação Liberdade, 2020.

Goethe, Johann Wolfgang v. Faust I. Werke. Weimarer Ausgabe. Munique: DTV, 1987. 14 v.

Goethe, Johann Wolfgang v. Goethes Werke. Organizado por J. G. Cotta. Stuttgart; Tübingen: 1840. 2 v.

Goethe, Johann Wolfgang v. “Ilimitado”. Fevereiro. 7 (2014). Revista Fevereiro. Disponível em: http://www.revistafevereiro.com/pag.php?r=07&t=16.

Goethe, Johann Wolfgang v. Obras completas. Editado por Rafael C. Assens. Madrid: Santillana/Aguiar, 2004. 3 v.

Goethe, Johann Wolfgang v. Os Sofrimentos do Jovem Werther. Tradução de Cláudia Dornbusch. Rio de Janeiro: Antofágica, 2020.

Goethe, Johann Wolfgang v. Tag- und Jahreshefte. Autobiographische Schriften. Goethes Werke. Hamburger Ausgabe. Munique: DTV, 1988. 10 v.

Goethe, Johann Wolfgang v. West-östlischer Divan. Editado por Hendrik Birus. Frankfurt: Deutscher Klassiker Verlag, 2010.

Goethe, Johann Wolfgang v. Wilhelm Meisters Wanderjahre. Hamburger Ausgabe (v. 8: Romane und Novellen II – organizado e comentado por Erich Trunz). Munique: DTV, 1998. 14 v.

Hegel, Georg Wilhelm Friedrich. Ästhetik. Berlim e Weimar: Aufbau Verlag, 1976. 2 v.

Downloads

Publicado

2021-09-30