As finalidades da educação em ciências no currículo mínimo de ciências/biologia: uma análise discursiva da rede estadual do Rio de Janeiro

Gabriela Ventura, Laísa Freire

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1982-5153.2017v10n1p305

A partir do referencial teórico-metodológico da Análise Crítica do Discurso, o objetivo do presente estudo foi analisar os textos de apresentação e introdução do Currículo Mínimo de Ciências/Biologia da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro. Nos textos analisados, buscamos compreender como as finalidades educacionais da Educação em Ciências são representadas discursivamente. Ao analisarmos essas representações, identificamos os discursos sobre a construção de novas relações entre seres humanos e natureza, e sobre a importância da compreensão dos processos de produção científica e tecnológica no cenário contemporâneo. A começar dessa análise, buscamos estreitar o diálogo entre a Educação em Ciências e a Educação Ambiental Crítica com base nos desafios que o debate ambiental aponta para a abordagem crítica da relação entre os seres humanos e destes com o ambiente.


Palavras-chave


Educação em ciências; Educação ambiental crítica; Análise crítica do discurso; Relações seres humanos-natureza

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1982-5153.2017v10n1p305

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Alexandria: R. Educ. Ci. Tec., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1982-5153

Licença Creative Commons

Está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.