Tributo a Maurice Bazin: um farol da prática para a liberdade

Autores

  • Carlos Hiroo Saito Universidade de Brasília
  • Fabio da Purificação de Bastos Universidade Federal de Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.5007/1982-5153.2018v11n2p279

Resumo

Trata-se de um texto escrito após o falecimento de Maurice Bazin, no contexto de uma articulação de homenagens a este cientista-educador. Procuramos caracterizar sua trajetória na perspectiva da prática cultural para liberdade dos oprimidos, explicitando suas produções no escopo do movimento Science for the People e referências educacionais libertadoras utilizadas. Nosso foco analítico  destaca a influência de suas práticas científicas, culturais e socioeducacionais na formação e atuação profissional dos autores, professores universitários de ciências. Destacamos o Espaço Ciência Viva como sua principal ação educativa no Brasil. Ao final, como exercício de síntese cultural, destacamos potencialidades formativas para a área do ensino científico-tecnológico na perspectiva da educação como prática da liberdade.

Biografia do Autor

Carlos Hiroo Saito, Universidade de Brasília

Professor efetivo, classe Titular, é Vice-Diretor do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Brasília. Formado em Licenciatura Plena em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1985), e Análise de Sistemas pela PUC/RJ (1990), tem mestrado em Educação pela Universidade Federal Fluminense (1990) e doutorado em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1996), com ênfase em Geoprocessamento. Conduz trabalhos com uma abordagem interdisciplinar nas linhas de pesquisa de Educação Ambiental, Segurança Hídrica e de Gestão do Território. É também Presidente da Global Water Partnership-South America. Co-editor responsável pela Revista Sustentabilidade em Debate. Membro do comitê gestor do projeto INCT aprovado ODISSEIA - Observatório das dinâmicas socioambientais: Sustentabilidade e adaptação às mudanças climáticas, ambientais e demográficas. ORCID iD: 0000-0002-5757-9629.

Fabio da Purificação de Bastos, Universidade Federal de Santa Maria

Possui Graduação em Física (Universidade Federal de Santa Catarina, 1985), Especialização em Metodologia do Ensino de Ciências Naturais (Universidade da Região de Blumenau, SC, 1987), Mestrado em Educação, área de concentração Educação e Ciência (Universidade Federal de Santa Catarina, 1990) e Doutorado em Educação, área de concentração Didática (Universidade de São Paulo, 1995) e Pós-Doutorado em Educação Científica e Tecnológica (Universidade Federal de Santa Catarina, 2007). Atualmente é professor titular do Departamento de Metodologia do Ensino do Centro de Educação da Universidade Federal de Santa Maria. Atua nos Cursos de Física (presencial e a distância), Curso de Formação de Professores para a Educação Profissional e Tecnológica (presencial e a distância). Tem experiência na área da Educação Científico-Tecnológica, com ênfase em Métodos e Técnicas de Ensino e Tecnologia Educacional, especialmente no âmbito da mediação tecnológica livre e aberta. Atua prioritariamente nos seguintes temas: Tecnologias Educacionais em Rede no Ensino de Física, Ambiente Virtual de Ensino-Aprendizagem, Hipermídia, Pesquisa-Ação Educacional, Educação Dialógico-Problematizadora, Meio Ambiente e Sustentabilidade.

Downloads

Publicado

2018-11-28

Edição

Seção

Artigos