Multiplicidade de conhecimentos matemáticos na educação do campo

Línlya Sachs

Resumo


Este texto tem como objetivo abordar a multiplicidade de conhecimentos matemáticos no contexto da educação do campo. Duas questões norteiam a discussão: (a) Fala-se muito em “conhecimento acumulado pela humanidade”; que conhecimento é esse e que “humanidade” é essa?; e (b) Quais conhecimentos têm espaço nos currículos escolares (em especial, no que se refere a aulas de matemática)? Com relação à questão (b), é feita uma análise de uma coleção de livros didáticos destinados a escolas do campo; e, para responder à questão (a), em um movimento de “ir aos saberes locais”, são analisadas tarefas propostas por professores de anos iniciais do Ensino Fundamental de uma escola do campo e as falas desses professores sobre essas tarefas. Com essa discussão, argumenta-se a favor da não crença na uniformidade de conhecimentos matemáticos, mas na multiplicidade de conhecimentos.


Palavras-chave


Educação matemática; Educação do campo; Escola do campo; Currículo; Conhecimentos

Texto completo:

PDF/A

Referências


BARBOSA, L. N. S. C. Entendimentos a respeito da matemática na educação do campo: questões sobre currículo. 2014. 234 f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Rio Claro, 2014.

BRASIL. Ministério da Educação. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Edital de Convocação nº 04, de 22 de abril de 2014. Diário Oficial da União, Brasília, 22 abr. 2014. Seção 3, p. 25.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Guia de livros didáticos: PNLD Campo 2013. Brasília: Ministério da Educação, 2012.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Guia PNLD Campo 2016: Educação do Campo. Brasília: Ministério da Educação, 2015.

DAMÁZIO JÚNIOR, V. Genealogia e a Etnomatemática: uma aproximação em prol da insurreição dos saberes sujeitados. Bolema, v. 28, n. 50, p. 1155-1171, 2014.

FARIAS, P. C. Menina eternizada em foto de Sebastião Salgado ainda é sem-terra. Folha de São Paulo, São Paulo, 24 ago. 2012. Poder. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2012/08/1142313-menina-eternizada-em-foto-desebastiao-salgado-ainda-e-sem-terra.shtml. Acesso em 27 de agosto de 2017.

FOUCAULT, M. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 1979.

FOUCAULT, M. Em defesa da sociedade: curso no Collège de France (1975-1976). Tradução de Maria Ermantina Galvão. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

FOUCAULT, M. Ditos & Escritos IV: Estratégia, Poder-Saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2003.

LIMA, I. O ensino de matemática e os livros didáticos para os anos iniciais do ensino fundamental em escolas do campo. In: CARVALHO, G. T.; MARTINS, M. F. A. (Org.). Livro Didático e Educação do Campo. Belo Horizonte: Faculdade de Educação da UFMG, 2014. p. 161-175.

MOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURAIS SEM TERRA. Histórico da Escola Itinerante no estado do Paraná. Cadernos da Escola Itinerante – MST, Curitiba, ano 1, n. 1, 2008, p. 11-20.

OLIVEIRA, H. D. L. Atividades produtivas do campo no currículo: reflexões a partir da Etnomatemática. In: KNJNIK, G.; WANDERER, F.; OLIVEIRA, C. J. (Org.). Etnomatemática, currículo e formação de professores. 1. ed. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2004. p. 305-322.

SALGADO, S. Terra. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

SAPELLI, M. L. S. Escola do campo – espaço de disputa e de contradição: análise da proposta pedagógica das escolas itinerantes do Paraná e do Colégio Imperatriz Dona Leopoldina. 2013. 448 p. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2013.

SAVIANI, D. Escola e democracia: teorias da educação, curvatura da vara, onze teses sobre educação política. 40. ed. Campinas: Autores Associados, 2008.

SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica. 11 ed. Campinas: Autores Associados, 2011.

SILVA, T. T. A produção social da identidade e da diferença. In: SILVA, T. T. (Org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis: Vozes, 2014. p. 73-102.

VIDIGAL, S. M. P.; GOMES, L. B.; CONDEIXA, M. C. G.; FIGUEIREDO, M. T. Alfabetização matemática e ciências 3. ano. 2. ed. São Paulo: Global, 2014a. (Coleção Campo Aberto).

VIDIGAL, S. M. P.; GOMES, L. B.; CONDEIXA, M. C. G.; FIGUEIREDO, M. T. Matemática e ciências 4. ano. 2. ed. São Paulo: Global, 2014b. (Coleção Campo Aberto).




DOI: https://doi.org/10.5007/1982-5153.2019v12n1p9

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Alexandria: R. Educ. Ci. Tec., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1982-5153

Licença Creative Commons

Está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.