Perfil conceitual de equação: um estudo acerca das concepções de futuros professores de matemática

Autores

  • Marieli Vanessa Rediske de Almeida Universidade Estadual de Campinas
  • Alessandro Jacques Ribeiro Universidade Federal do ABC
  • Evonir Albrecht Universidade Federal do ABC

DOI:

https://doi.org/10.5007/1982-5153.2020v13n1p5

Palavras-chave:

Perfil conceitual de equação, Formação inicial de professores de matemática, Ensino e aprendizagem de álgebra, Educação matemática

Resumo

A centralidade do conceito de equação na Matemática e em outras áreas, tanto na Educação Básica quanto no Ensino Superior, foi uma das principais razões para se desenvolver essa pesquisa, cujo objetivo foi identificar e compreender as concepções de equação de licenciandos em Matemática. Fundamentada na Teoria dos Perfis Conceituais e nos trabalhos sobre o Perfil Conceitual de Equação, a investigação se constituiu em uma pesquisa qualitativa, do tipo interpretativa, cujos dados foram analisados à luz do método Análise de Conteúdo. Evidencia-se, em seus resultados, que as concepções de equação dos futuros professores de Matemática investigados se relacionam com algumas das zonas de um Perfil Conceitual de Equação em construção, em especial, com aquelas que remetem ao caráter pragmático e processual das equações. A análise dos dados permitiu ainda a elaboração de uma nova zona do Perfil Conceitual de Equação, a denominada Zona Formal, além da reorganização das demais zonas do perfil.

Biografia do Autor

Marieli Vanessa Rediske de Almeida, Universidade Estadual de Campinas

Licenciada em Matemática pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e mestra em Ensino, História e Filosofia das Ciências e Matemática pela Universidade Federal do ABC (UFABC). Atualmente é aluna de doutorado no Programa de Pós-Graduação Multiunidades em Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), tendo como foco de pesquisa o ensino e aprendizagem de Álgebra, a formação inicial de professores de Matemática e o conhecimento do formador de professores de Matemática.

Alessandro Jacques Ribeiro, Universidade Federal do ABC

Doutor (2007) e Mestre (2001) em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; Licenciado em Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1998). Realizou dois estágios de Pós-Doutoramento, o primeiro deles na Rutgers, The State University of New Jersey, Estados Unidos, em 2015 e o segundo, em 2017, no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, Portugal. Atualmente é Professor Adjunto no Centro de Matemática, Computação e Cognição (CMCC), da Universidade Federal do ABC (UFABC) e atua como Docente e Orientador no Programa de Pós-Graduação em Ensino e História das Ciências e da Matemática (PEHCM), da UFABC. Seus temas atuais de pesquisa são a Educação Algébrica e a Formação de Professores. Atuou como docente na Educação Básica por 10 anos e atua no Ensino Superior desde 2001. Foi Presidente da Sociedade Brasileira de Educação Matemática (SBEM) no período de 07/2013 a 07/2016.

Evonir Albrecht, Universidade Federal do ABC

Formado em Magistério, para atuar com os anos iniciais da Educação Básica pelo Colégio Cenecista Marechal Arthur da Costa e Silva de Guarujá do Sul, SC; Atuou nos anos iniciais por quatro anos; Licenciado em Matemática com habilitação em Física pela Universidade do Oeste de Santa Catarina; Especialista em Psicopedagogia e Ensino de Física; Mestre e Doutor em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Cruzeiro do Sul; Professor das redes públicas municipais e estaduais de Educação Básica nos estados de Santa Catarina e São Paulo; Professor nas Universidades Nove de Julho e Cruzeiro do Sul na cidade de São Paulo; Atualmente é Professor Adjunto na Universidade Federal do ABC na graduação e pós-graduação. Atua junto ao Programa de Pós-Graduação da UFABC, nas linhas de pesquisa: ensino, aprendizagem, currículo, CTS, estágio supervisionado, ensino de astronomia e formação de Professores.

Referências

ALMEIDA, M. V. R. Perfil Conceitual de Equação: investigações acerca das concepções de alunos de licenciaturas em matemática. 2016. 203 f. Dissertação de Mestrado em Ensino, História e Filosofia das Ciências e Matemática – Universidade Federal do ABC, Santo André, 2016.

AMARAL, E. M. R.; MORTIMER, E. F. Uma proposta de perfil conceitual para o conceito de calor. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 1, n. 3, p. 5-18, 2001.

ATTORPS, I. Teacher’s images of the ‘equation’ concept. In: PROCEEDINGS OF THE THIRD CONFERENCE OF THE EUROPEAN SOCIETY IN MATHEMATICS EDUCATION, Bellaria, Itália, 2003. Disponível em: http://www.dm.unipi.it/~didattica/CERME3/proceedings/Groups/TG1/TG1_attorps_cerme3.pdf. Último acesso em: 02 mai. 2013.

BARBOSA, Y. O. Multisignificados de equação: uma investigação sobre as concepções de professores de matemática. 2009. 196 f. Dissertação de Mestrado em Educação Matemática – Universidade Bandeirante de São Paulo, São Paulo, 2009.

BARBOSA, Y.; RIBEIRO, A. J. Multisignificados de equação: uma investigação acerca das concepções de professores de matemática. Educação Matemática em Pesquisa, v. 15, n. 22, p. 379-398, 2013.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

CHAZAN, D.; YERUSHALMY, M.; LEIKIN, R. An analytic conception of equation and teachers’ views of school algebra. The Journal of Mathematical Behavior, v. 27, n. 2, p. 87-100, 2008.]

COELHO, M. A. V. M. P.; CARVALHO, D. L. O estudo do discurso em educação matemática: a problematização de significados hegemônicos sobre resolução de problemas. Paradigma,, v. 27, n. 2, p. 253-276, 2006.

COUTINHO, F. A.; MORTIMER, E. F.; EL-HANI, C. N. Construção de um perfil conceitual para o conceito biológico de vida. Investigações em Ensino de Ciências, v. 12, n. 1, p. 115-137, 2007.

DORIGO, M. Investigando as concepções de equação de um grupo de alunos do ensino médio. 2010. 137 f. Dissertação de Mestrado em Educação Matemática – Universidade Bandeirante de São Paulo, São Paulo, 2010.

DORIGO, M.; RIBEIRO, A. J. Significados de equação: um estudo realizado com alunos do ensino médio. Jornal Internacional de Estudos em Educação Matemática, v.2, p. 107-134, 2010.

EL-HANI, C. N.; MORTIMER, E. F. Multicultural education, pragmatism, and the goals of science teaching. Cultural Studies of Science Education, v. 2, n. 3 p. 657-702, 2007.

GUERRA, I. C. Pesquisa qualitativa e análise de conteúdo: Sentidos e formas de uso. São João do Estoril: Princípia, 2006.

MOREIRA, P. C.; FERREIRA, E. B.; JORDANE, A.; NÓBRIGA, J. C. C.; FISCHER, M. C. B.; SILVEIRA, E.; BORBA, M. C. Quem quer ser professor de matemática? Zetetiké, v. 20, n. 37, p. 11-33, 2012.

MORTIMER, E. F. Evolução do atomismo em sala de aula: mudanças de perfis conceituais. 1994. 281 f. Tese de Doutorado em Educação – Universidade de São Paulo, São Paulo, 1994.

MORTIMER, E. F.; EL-HANI, C. N. (Org.). Conceptual profiles: A theory of teaching and learning scientific concepts. Dordrecht: Springer, 2014. p. 3-33.

MORTIMER, E. F.; SCOTT, P.; EL-HANI, C. N. Bases teóricas e epistemológicas da abordagem dos perfis conceituais. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS,7., 2009, Florianópolis. Anais... Belo Horizonte: Associação Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, 2009.

RIBEIRO, A. J. Equação e seus multisignificados no ensino de Matemática: contribuições de um estudo epistemológico. 2007. 144 f. Tese de Doutorado em Educação Matemática – Pontifícia Universidade Católica, São Paulo, 2007.

RIBEIRO, A. J. Elaborando um perfil conceitual de equação: desdobramentos para o ensino e a aprendizagem de Matemática. Ciência & Educação, São Paulo, v. 19, n. 1, p 55-71, 2013.

RIBEIRO, A. J.; CURY, H. N. Álgebra para a formação de professores: explorando os conceitos de equação e de função. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2015.

VERGNAUD, G. Multiplicative structures. In: LESH, R.; LANDAU, M. (Orgs.) Acquisition of Mathematics Concepts and Processes. New York: Academic Press Inc. 1983. p. 127-174.

ZIMER, T. T. B. Aprendendo a ensinar matemática nas séries iniciais do ensino fundamental. Tese de Doutorado em Educação – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

Downloads

Publicado

2020-05-13

Edição

Seção

Artigos