Interdisciplinaridade na formação inicial de professores: um olhar sobre as pesquisas em educação em ciências

Roseli Adriana Blümke Feistel, Sylvia Regina Pedrosa Maestrelli

Resumo


Neste trabalho trazemos um panorama das discussões sobre interdisciplinaridade na formação inicial de professores de Ciências. Para tanto, investigamos os estudos sobre esse tema em Teses e Dissertações (1987 a 2010), nas Atas do ENPEC (1997 a 2009) e em Periódicos brasileiros da Área de Ensino (2007 a 2011). A compreensão de interdisciplinaridade observada na maioria dos trabalhos é de articulação dos conhecimentos/saberes de diferentes disciplinas/áreas em favor de um ensino contextualizado; no entanto alguns autores também associam a interdisciplinaridade à mudança de postura ou atitude, ação e competência ou, ainda, ao trabalho coletivo. Com relação à abordagem, a interdisciplinaridade é apresentada como construção curricular e/ou princípio formativo, ou como metodologia de trabalho em uma ou mais disciplinas. Apesar de ser o objetivo de muitas práticas e reconhecidamente importante, o conceito de interdisciplinaridade ainda é polissêmico e o seu desenvolvimento carece de estudos, particularmente na formação inicial de professores de Ciências.

Palavras-chave


Educação em ciências; Interdisciplinaridade; Formação inicial de professores

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Alexandria: R. Educ. Ci. Tec., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1982-5153

Licença Creative Commons

Está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.