Redes de informação e inteligência coletiva: bases epistemológicas para pensar a educação matemática e científica

France Fraiha Martins, Eduardo Paiva de Pontes Vieira, Terezinha Valim Oliver Gonçalves

Resumo


Neste artigo, temos como objetivo compreender as emergências da chamada sociedade da informação, marcada pelas relações sociais e interpessoais digitalmente mediadas. Por se tratar de um ensaio teórico, buscamos deflagrar reflexões sobre a Educação Matemática e Científica do ponto de vista das novas maneiras de pensar e fazer no contexto da sociedade atual. As proposições desenvolvidas neste trabalho revelam que pensar em Educação Matemática e Científica frente à sociedade da informação é, sobretudo, não ignorar as potencialidades educativas, por vezes pouco aparentes por entre as redes digitais. Buscar aproximação entre nossas práticas educativas e as linguagens multimídicas e multidirecionais situados por nossos alunos e pelo contexto social, na perspectiva de coletivos inteligentes, poderá ser um caminho motivacional para o desenvolvimento da aprendizagem

 


Palavras-chave


Redes de informação; Inteligência coletiva; Educação em ciências; Educação matemática

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Alexandria: R. Educ. Ci. Tec., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1982-5153

Licença Creative Commons

Está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.