Conceitos de interdisciplinaridade em pesquisas publicadas na área de ensino e educação (2009-2018)

Autores

  • Naiane Gama do Nascimento Universidade Federal do Vale do São Francisco
  • Leonésia Leandro Pereira Universidade Federal de Santa Catarina
  • Gisele Soares Lemos Shaw Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF) https://orcid.org/0000-0001-5926-2679

DOI:

https://doi.org/10.5007/1982-5153.2020v13n2p143

Palavras-chave:

Formação de professores de Ciências, Interdisciplinaridade., Disciplinas

Resumo

A interdisciplinaridade é um movimento que vem se destacando no âmbito educacional, tanto na formação de professores, quanto na educação básica, ainda que haja discordância com relação ao conceito e aplicabilidade. Autores tais como Ivani Fazenda e Hilton Japiassu destacam-se enquanto precursores desse tema no Brasil, identificando a interdisciplinaridade como uma reação aos efeitos da hiperespecialização dos saberes. Objetiva-se refletir sobre conceitos de interdisciplinaridade sob a ótica de artigos publicados em periódicos científicos nacionais entre os anos de 2009 a 2018, especificamente, na área de ensino, com enfoque no ensino de ciências, avaliados em Qualis A1, A2 e B1 na Plataforma Sucupira da CAPES. Esses dados foram tratados por meio da análise de conteúdo. O estudo demonstrou uma diversidade de conceitos, todos respaldados na relação e diálogo entre as disciplinas, tendo como objetivo o rompimento da fragmentação e a análise e resolução de um determinado tema ou situação.

Biografia do Autor

Naiane Gama do Nascimento, Universidade Federal do Vale do São Francisco

Licenciada em Ciências da Natureza pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) e membro do Núcleo de Pesquisa em Educação em Ciências (NPEC/UNIVASF).

 

Leonésia Leandro Pereira, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutoranda em Educação Científica e Tecnológica pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Mestre em Educação em Ciências pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Possui graduação em Ciências da Natureza - Licenciatura pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), Campus Senhor do Bonfim Bahia. Tem experiência na área de Ensino de Ciências por Investigação, Formação de Professores de Ciências, Avaliação em Larga Escala e Divulgação Científica. Foi bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB). Participou do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), através do subprojeto "Viver Ciências: práxis docente e conexão de saberes". É sócia da Associação Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências (ABRAPEC) e da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Participa do Grupo de Pesquisa em Alfabetização Científica (GRUPAC/UESC/CNPq) e do Núcleo de Pesquisa Educação em Ciências (NPEC/UNIVASF/CNPq). Atualmente é professora do Curso de Licenciatura em Ciências da Natureza.

Gisele Soares Lemos Shaw, Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF)

Professora Adjunta da Universidade Federal do Vale do São Francisco - UNIVASF. Doutora em Educação em Ciências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Mestre em Ensino, Filosofia e História das Ciências pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Especialista em Educação Especial (FTC), especialista em a Construção do Conhecimento e o Ensino de Ciências e Licenciada em Pedagogia pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Líder do Núcleo de Pesquisa Educação em Ciências (NPEC) da UNIVASF. Associada à Associação Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências (ABRAPEC) e à Associação de Crianças autistas de Senhor do Bonfim (ACASB). Possui experiência em educação/ensino, com ênfase em Ensino de Ciências, atuando principalmente nos seguintes temas: Autismo, Didática, Ensino de Ciências, Formação de professores, Interdisciplinaridade.

Referências

AUGUSTO, T. G. S.; CALDEIRA, A. M. A.; CALUZI, J.J.; NARDI, R. Interdisciplinaridade: concepções de professores da área Ciências da Natureza em formação em serviço. Ciência & Educação, v. 10, n. 2, p. 277-289, 2004.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF: MEC, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wp-content/uploads/2018/02/bncc-20dez-site.pdf. Acesso em: 11 fev. 2019.

DESCARTES, R. Discurso do Método. Tradução: Ciro Mioranza. São Paulo: Escala, 2006.

FAZENDA, I. C. A. Integração e interdisciplinaridade no ensino brasileiro. São Paulo: Loyola, 1979.

FAZENDA, I. C. A. Interdisciplinaridade: história, teoria e pesquisa. São Paulo: Papirus, 1994.

FAZENDA, I. C. A. (Org.). Didática e interdisciplinaridade. Campinas: Papirus, 1998.

FAZENDA, I. C. A. (Org.). Dicionário em construção: interdisciplinaridade. São Paulo: Cortez, 2002.

FAZENDA, I. C. A. (Org.). O Que é interdisciplinaridade? São Paulo: Cortez, 2008.

FEISTEL, R. A. B.; MAESTRELLI, S. R. P. Interdisciplinaridade na formação inicial de professores: um olhar sobre as pesquisas em Educação em Ciências. Alexandria: Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v. 5, n. 1, p. 155-176, 2012.

FOUREZ, G. (Dir.). Abordagens didáticas da Interdisciplinaridade. Instituto Piaget, 2008.

FRANCISCHETT, M. N. O entendimento da interdisciplinaridade no cotidiano. In: Colóquio do Programa de Mestrado em Letras da Unioeste. Cascavel, 2005.

GARCIA, J. A interdisciplinaridade segundo os PCNs. Revista de Educação Pública, v. 17, n. 35, p. 363-378, 2008.

GERHARD, A. C.; FILHO, J. B. R. A fragmentação dos saberes na educação científica escolar na percepção de professores de uma escola de ensino médio. Investigações em Ensino de Ciências, v. 17, n. 1, p. 125-145, 2012.

GOZZI, M. E.; RODRIGUES, M. A. Características da formação de professores de Ciências Naturais. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 17, n. 2, p. 423-449, ago. 2017.

JAPIASSU, H. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago, 1976.

MACEDO, N. D. Iniciação à pesquisa bibliográfica: guia do estudante para a fundamentação do trabalho de pesquisa. 2. ed. São Paulo: Loyola, 1994.

MARANDINO, M.; SELLES, S. E.; FERREIRA, M. S. Ensino de Biologia: histórias e práticas em diferentes espaços educativos. São Paulo: Cortez, 2009.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

MARTINO, L. C.; BOAVENTURA, K. T. O Mito da Interdisciplinaridade: história e institucionalização de uma ideologia. Revista da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação, v. 16, n.1, p. 1-16, 2013.

MARTINS, E. A.; ZILLI, B.; GUARNIERI, P. V.; DINIZ, T. H. Uma revisão bibliográfica sobre abordagens interdisciplinares no ensino de Ciências: aproximações com a interdisciplinaridade científica e escolar. Interdisciplinaridade. Revista do Grupo de Estudos e Pesquisa em Interdisciplinaridade, n. 11, p. 1-151, 2017.

MORIN, E. Educação e complexidade: os sete saberes e outros ensaios. São Paulo: Cortez, 2007.

NEWELLL, W. H. GREEN, W. J. Defining and Teaching Interdisciplinary Studies. Heldred Publications: Washington, U.S.A, 1982.

OLIVEIRA, E. B.; MANSO, M. H. S.; SANTOS, F. N.; SAMPAIO, B. S. Os desafios da interdisciplinaridade no currículo da área das Ciências da Natureza de uma escola estadual. Revista do Grupo de Estudos e Pesquisa em Interdisciplinaridade, n. 8, p. 31-47, 2016.

OLIVEIRA, E. B.; SANTOS, F. N. Pressupostos e definições em Interdisciplinaridade: diálogo com alguns autores. Interdisciplinaridade. Revista do Grupo de Estudos e Pesquisa em Interdisciplinaridade, n. 11, p. 73-87, 2017.

POMBO, O. Interdisciplinaridade e integração dos saberes. Liinc em Revista, v. 1, n. 1, 2005.

RAMOS, J. T. J; SILVA, A. M. T. B. As concepções dos professores sobre a interdisciplinaridade em um modelo alternativo de formação em Ciências Exatas: possíveis convergências. Investigações em Ensino de Ciências, v. 23, n. 3, p. 1-30, 2018.

RODRIGUES, A. C. C. Relações intradisciplinares e interdisciplinares no ensino da didática no curso de pedagogia. In: REUNIÃO NACIONAL DA ANPED, 37., 2015, Florianópolis. Anais Eletrônicos... Florianópolis, 2015. p.1-19. Disponível em: http://www.anped.org.br/sites/default/files/trabalho-gt04-3686.pdf. Acesso em: 02 out. 2018.

ROJAS, J. S.; FERREIRA, F. M. N. S. Os desafios e perspectivas de uma práxis pedagógica integradora: a interdisciplinaridade em questão. Interdisciplinaridade. Revista do Grupo de Estudos e Pesquisa em Interdisciplinaridade, v.1, n. 4, p. 26-37, 2014.

RUAS, F. P.; ARAÚJO, R. R. O todo e as partes como forma de expressão de pontos de vista sobre interdisciplinaridade em ciências. Interdisciplinaridade. Revista do Grupo de Estudos e Pesquisa em Interdisciplinaridade, n. 11, p. 58-71, 2017.

SHAW, G. L. As concepções de interdisciplinaridade de licenciandos em Ciências da Natureza e a oficina pedagógica contextualizando a Biologia. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 11.,2017, Florianópolis. Anais... Florianópolis, 2017. p.1-11. Disponível em: http://www.abrapecnet.org.br/enpec/xi-enpec/anais/resumos/R2048-1.pdf. Acesso em: 01 out. 2018.

SILVA, F. K. M.; HORNINK, G. G. Quando a Biologia encontra a Geologia: possibilidades interdisciplinares entre áreas. Alexandria: Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v. 4, n. 1, p. 117-132, 2011.

WIRZBICKI, S.; ZANON, L. B. Abordagens e reflexões sobre o ensino do conceito energia nas transformações dos alimentos. Alexandria: Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v. 5, n. 3, p. 195-218, 2012.

ZANON, L. B.; HAMES, C.; SANGIOGO, F. A. Interações em espaços de formação docente inicial na perspectiva da (re) construção do currículo escolar na modalidade de situação de estudo. Investigações em Ensino de Ciências, v. 17, n. 1, p. 21-35, 2012.

Arquivos adicionais

Publicado

2020-11-25

Edição

Seção

Artigos