Writing a research paper at the university: authorship vs plagiarism

Maria Fátima Alves, Lucielma de Oliveira Batista Magalhães de Moura

Abstract


Considering the need of producing academic texts at the university, many undergraduate students do it by copying texts that were already published. In this study we discuss the presence of plagiarism versus authorship marks in the introduction of academic articles produced by freshmen in a licenciateship degree. Therefore, we emphasize the issue of plagiarism and authorship, particularly from the perspective of the enunciative bakhtinian studies and then present the theoretical basis of Literacies, with the most recent studies on Literacies and Socio-Rhetorics. Data analysis revealed and confirmed the academic writing as a complex activity, given the practice of plagiarism found in the analyzed productions. The lack of knowledge of academic writing together not the theme domain contributed to the practice of plagiarism.


Keywords


Academic Writing; Plagiarism; Authorship; Literacy

References


ALVES, GUIOVANE. A evasão escolar na EJA: Uma realidade da escola estadual Maria Merian dos Santos Cordeiro Fernandes. Disponível em: http://www.recantodasletras.com.br/artigos/3302393 acesso em 23 de setembro de 2014.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Trad. Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2003 [1979]

BEZERRA, Benedito. Gomes. Letramentos acadêmicos na perspectiva dos gêneros textuais. Fórum Linguístico, v. 9, n. 4, p. 247-258, out/dez. 2012.

BIASI-RODRIGUES, B.; ARAÚJO, J. C.; SOUZA, C. S. T. Análise de gêneros na abordagem de Swales: princípios teóricos e metodológicos. In: ______ (Org.). Gêneros textuais e comunidades discursivas: um diálogo com John Swales. Belo Horizonte: Autêntica, 2009. p. 17-32. (Leitura, Escrita e Oralidade).

BRONCKART, Jean-Paul. Atividade de linguagem, textos e discursos: por um interacionismo sócio-discursivo. São Paulo: EDUC, 2012.

COSTA, Adriano Ribeiro. Mecanismos Enunciativos: Análise Das Vozes E Modalizações Em Artigos Científicos. Rios Eletrônica - Revista Científica da FASETE, ano 6, n. 6. Dezembro de 2012.

DELCAMBRE, Isabelle. Formas diversas de articulação entre o discurso de outrem e o discurso próprio: análises de comentários de textos teóricos. In: Letramento e formação universitária: formar para a escrita e pela escrita. Fanny Rinck, Françoise Boch, JUliana Alves Assis, (Org.). - Campinas, SP: Mercado das Letras, 2015. (Série Ideias Sobre Linguagem).

FIGUEIREDO, Débora de C.; BONINI, Adair. Práticas discursivas e ensino do texto acadêmico: concepções de alunos de mestrado sobre a escrita. Linguagem em (Dis)curso, Tubarão, v. 6, n. 3, p. 413-446, set./dez. 2006.

FONSECA, Randal. Expropriação de propriedade intelectual. Disponível em: . Acesso em: 13 mai. 2015.

LEA, Mary R.; STREET Brian V. Student whiting in higtereducation: an academic literacies approach. Studies in hight education. v.23, n. 2, p 157-172, jun. 1998.

MACHADO, Anna Rachel (coord.). Planejar gêneros acadêmicos. São Paulo: Parábola Editorial, 2004. vol. 3. (Coleção Leitura e produção de textos técnicos e acadêmicos).

MARINHO, Marildes. A escrita nas práticas de letramento acadêmico. Belo Horizonte, Revista Brasileira de Linguistica Aplicada, v. 10, n. 2, 2010. p. 363-386

MOTTA-ROTH, Désirée; HENDGES, Graciela Rabuske. Produção textual na universidade. São Paulo: Parábola Editorial, 2010.

__________. Análise crítica de gêneros: contribuições para o ensino e a pesquisa de linguagem. DELTA [online]. v. 24, n.2, p. 341-383, 2008. Disponível em: . Acesso em: 26 de junho de 2014.

OLIVEIRA, Elaine Feitoza. Letramento acadêmico: concepções divergentes sobre o gênero resenha crítica. 2010. 270f. Dissertação de Mestrado. Campinas. - Universidade Estadual de Campinas – Unicamp. Campinas, São Paulo. 2010. Disponível em: < http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000785488> Acesso em: 30 mar. 2014.

SANTOS, Eliete Correia dos. Uma proposta dialógica de ensino de gêneros acadêmicos: nas fronteiras do projeto SESA. 2013. 418f. Tese de doutorado (Doutorado em Linguística). – Universidade Federal da Paraíba – UFPB. João Pessoa, Paraíba. 2013.

santos 2013, oliveira 2010, marinho 2010, machado 2004, silva 2012, 2014

SILVA, Elizabeth Maria da (Org.). Professora, como é que se faz?. Campina Grande: Bagagem, 2012.

_____. Os mistérios que envolvem a escrita acadêmica. In: IV Simpósio Internacional de Ensino de Língua Portuguesa, 2014, Uberlândia. Anais do IV Simpósio Internacional de Ensino de Língua Portuguesa. Uberlândia: EDUFU, 2014. v. 3. p. 1-9;

SILVA, Obdália Santana Ferraz. Entre o plágio e a autoria: qual o papel da universidade? Revista Brasileira de Educação. V. 13, nº 38, maio/ago 2008.

SOBRAL, Adail. Autoria e estilo. In: Do dialogismo ao gênero: as bases do pensamento do círculo de Bakhtin. Campinas: Mercado das Letras, 2009. Série Ideias sobre linguagem, p. 61-71.

SOBRAL, Adail. Autoria e estilo. In: Do dialogismo ao gênero: as bases do pensamento do círculo de Bakhtin. Campinas: Mercado das Letras, 2009. Série Ideias sobre linguagem, p. 61-71.

SWALES, John M. Genre analysis: English in academic and researching setting. Cambridge: Cambridge University Press, 1990.

_____. Sobre modelos de análise do discurso. In: Gêneros textuais e comunidades discursivas: um diálogo com John Swales. BIASI-RODRIGUES, B.; ARAÚJO, J. C.; SOUZA, C. S. T. (Org.). Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

TOURINHO, Cleber. Refletindo sobre a dificuldade de leitura em alunos do ensino superior: “deficiência” ou simples falta de hábito Revista Lugares de Educação, Bananeiras/PB, v. 1, n. 2, p. 325-346, jul.-dez. 2011 ISSN 2237-1451. Disponível em http://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/rle.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8026.2016v69n3p77

Copyright (c) 2016 Maria Fátima Alves, Lucielma de Oliveira Batista Magalhães de Moura

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.