Quem pode comer na mesa do capitão? Intertextualidade e alteridade nas obras de Katherine Anne Porter e Ana Margarida de Carvalho

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8026.2021.e74555

Palavras-chave:

Alteridade, Intertextualidade, Katherine Anne Porter, Ana Margarida de Carvalho, Navio, Preconceito

Resumo

Este artigo pretende analisar as relações intertextuais e a alteridade nos romances The Ship of Fools (1962) da escritora americana Katherine Anne Porter e Não se Pode Morar nos Olhos de um Gato (2016) da autora portuguesa Ana Margarida de Carvalho. Partindo de uma abordagem comparatista, com o intuito de analisar semelhanças no seio das diferenças, recorrendo aos contributos teóricos de Tiphaine Samoyault, Ingedore Koch, Paul Voestermans, entre outros, discutiremos o modo como a intertextualidade se assume como porta de entrada na alteridade – elemento fulcral nos dois romances. Com efeito, em ambas as obras, num ambiente de confinamento claustrofóbico, os olhares hostis de desconfiança lançados ao “outro” revelam preconceitos conducentes à injustiça e à discriminação social. Em ambos os casos, “a mesa do capitão” simboliza um estatuto privilegiado, acessível apenas a uma elite minoritária. Por fim, abordaremos a forma como a alteridade confere sentido às inter-relações estabelecidas nas duas obras, sublinhando uma visão pessimista da natureza humana, de inegável atualidade, que nos faz refletir no modo como em pleno século XXI, numa sociedade globalizada, percebemos e (con)vivemos com o “outro”.

Biografia do Autor

Dora Nunes Gago, Universidade de Macau (China)

Professora Associada de Literatura no Departamento de Português da Universidade de Macau

Referências

AUGÉ, M. Non-lieux, Introduction à une anthropologie de la surmodernité. Paris: Seuil, 1992.

BAUMAN, R. A World of Others’Words Cross-Cultural Perspectives on Intertextuality. Oxford: Blackwell Publishing, 2004.

BLOEMENDAAL, J. Constructing Identities Ethnicity and Race in Katherine Anne Porter. PhD Thesis, University of Leiden, 2005.

CARDEN, M.P. Women Writers of the Beat Era: Autobiography and Intertextuality, University of Virginia Press, 2018.

CARVALHO, A. M. Não se pode morar nos olhos de um gato. 4ªed.Lisboa: Teorema, 2018.

COMPAGNON, A. O Trabalho da Citação. Trad. C. P. B. MOURÃO. Belo Horizonte: UFMG.

DAPHINOFF, D. After All, What Is Life Itself?: Humanist Contexts of Death and Immortality in Katherine Anne Porter’s Ship of Fools”. In Austenfeld, Thomas (ed), Katherine Anne Porter´s Ship of Fools: New Interpretations and Transatlantic Contexts, University of North Texas Press, 2015, p. 31-48.

FRIEDMAN, S. Weavings: Intertextuality and the (Re)Birth of the Author Influence and Intertextuality. In J. CLAYTON & R. Eric (Eds.), Literary History. University of Wisconsin Press, 1991, pp. 146-180.

GENETTE, G. Palimpsestes. La Littérature au second degré. Paris: Seuil, 1982.

HUTCHEON, L. Poética do Pós-modernismo: História, Teoria, Ficção. Tradução R. CRUZ, Rio de Janeiro: Imago Editora, 1991.

JENNY, L. A estratégia da forma. Intertextualidades, Poétique, Revista de Teoria e Análise literárias. Trad. C. C. ROCHA. Coimbra: Almedina, 1979, pp. 5-49.

KNAPE, J. Modern Rhetoric in Culture, Arts and Media. 13 Essays. Tradução A.L. FORTUNA, Berlin, New York: De Gruyter, 2013.

KOCH, I.V. A construção dos sentidos no texto: intertextualidade e polifonia. In: KOCH, I.V. O texto e a construção dos sentidos. São Paulo: Contexto, 1997, p. 46-57.

KRISTEVA, J. Desire in Language. A Semiotic Approach to Literature and Art. Trad. L. ROUDIEZ, New York: Columbia University Press, 1980.

PACHECO, P. G. “Entrevista a Ana Margarida de Carvalho”. Scriptorium, v. 5, nº2, 2019.http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/scriptorium/article/view/33487 . Último acesso a 15 de Maio de 2020.

PIETERSE, J. N. Image and power. in R. CORBEY & J. LEERSSEN (ed.). Alterity, Identity, Image Selves and Others in Society and Scholarship, Amesterdam, Atlanta: Rodopi, 1991, pp. 191-203.

PORTER, K. A. Ship of Fools. Boston, New York, London: Little Brown, 1984.

SAMOYAULT, T. A Intertextualidade. Trad. S. NITRINI. São Paulo: Hucitec, 2008.

UNRUE, D. H. Katherine Anne Porter. The Life of an Artist, University Press of Mississipi/Jackson, 2005.

UNRUE, D. H. Katherine Anne Porter´s Ship of Fools: Failed Novel, Classic Satire, or Private Joke? In AUSTENFELD, T. (ed). Katherine Anne Porter´s Ship of Fools: New Interpretations and Transatlantic Contexts, University of North Texas Press, 2015, p. 213-236.

VOESTERMANS, P. Alterity/Identity: A Deficient Image of Culture. In. CORBEY, R e LEERSSEN, J. (ed.). Alterity, Identity, Image Selves and Others in Society and Scholarship, Amesterdam, Atlanta: Rodopi, 1991, pp. 219-250.

VASCONCELOS, H. O Livros do Apocalipse, Ipsilon, Suplemento do Jornal Público, 21 de Maio de 2016.

Downloads

Publicado

2021-01-28

Edição

Seção

Contextos literários: releituras e intertextos