O método do caso aplicado ao ensino da Biblioteconomia: histórico e perspectivas

Sarah Miglioli

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1518-2924.2014v19n39p1

Trata do método do caso como metodologia de ensino. Explica a origem do método do caso e sua aplicação através da revisão de literatura reunindo casos e analisando-os. Descreve os agentes principais do processo: aluno, professor e autor de casos e as características inerentes aos respectivos estatutos. Apresenta a tipologia dos casos e sua aplicação. Aborda a situação do método no Brasil. Descreve como se dá sua aplicação, e as conseqüências positivas para o ensino da disciplina que o utiliza, através do desenvolvimento de competências e habilidades. Revela a importância do método na formação do futuro bibliotecário, desenvolvendo competências que o novo contexto dinâmico da sociedade da informação passa a exigir deste profissional. Enumera fontes de casos na área biblioteconômica existente, trazendo uma visão geral das publicações, exemplo de casos e referências de bancos de casos. Conclui que o método do caso é uma solução coerente e eficaz diante do perfil dinâmico e atualizado solicitado pelo mercado de trabalho atualmente e que pode contribuir para a educação da área, além de comprovadamente ser habilitado e prescritivo a desenvolver as competências do profissional que o mercado tem exigido dentro do novo paradigma da sociedade da informação.


Palavras-chave


Método do caso; Biblioteconomia; Metodologia de ensino; Competências

Texto completo:

PDF-A

Referências


BARBALHO, C. R. S.; BERAQUET, V. S. M. Planejamento estratégico para unidades de informação. São Paulo: Polis, 1995.

BELLUZO, R. C. B. Da capacitação de recursos humanos à gestão da qualidade em bibliotecas universitárias: paradigma teórico-prático para ambiente de serviço de referência e informação. São Paulo, 1995. Tese (Doutorado em Ciências da Comunicação) - Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo, 1995.

BURKHALTER, B. R. Case studies in systems analysis in a university library. Lanham: Scarecrow Press, 1968.

CAMPOS, N. O tal método de caso (case method). IE business School, Madri, 11 mar. 2007.

COREY, E. R. Case method teaching. Boston: Harvard Business School, 1980.

ERSKINE, J. A.; LEENDERS, M. R.; MAUFFETTE-LEENDERS, L. A. Teaching with cases. Ontario: Ivey Publishing, 2003.

GALVIN, T. J. Case studies and case method. In: ENCYCLOPEDIA of Library and Information Science. London: Taylor and Francis, 1970. v. 4, p. 214-219.

GARVIN, D. A. Making the case: professional education for the world of practice. Harvard Magazine, Massachusetts, v. 106, n.1, sept./oct. 2003.

GREEN, R. A. Library management: a case study approach. Oxford: Chandos Publisihng, 2007.

GROGAN, D. Case studies in reference work. London: Clive Bingley, 1968.

LEENDERS, M. R.; MAUFFETTE-LEENDERS, L. A.; ERSKINE, J. A. Writing cases. Ontario: Ivey Publishing, 2001.

MACIEL, A. C.; MENDONÇA, M. A. R. Bibliotecas como organizações. Rio de Janeiro: Interciência; Niterói: Intertexto, 2000.

MAUFFETTE-LEEDERS, L. A.; ERSKINE, J. A.; LEENDERS, M. R. Learning with cases. Ontario: Ivey Publishing, 2001.

NASSIF, M. E.; SANTOS, E. L. O profissional da informação em atividades de inteligência competitiva. Inf. Inf., Londrina, v. 14, n. 2, p. 21 - 37, jul./dez. 2009.

NEEDHAM, C. D. Particulars and principles: case studies in librarianship. Journal of Librarianship and Information Science, London, v. 2, n. 1, p. 56-71, 1970.

PINTO, I. O método do caso no Brasil. HSM Management, Barueri, v. 1, n. 60, p. 20-28, jan./fev. 2007.

REYNOLDS, J. I.; PROKOPENKO, J. Case Method. In:______. Management Development: a guide for the professor. Geneva: Internacional Labour Office, 1998. 597p.

ROESCH, S. M. A. Notas sobre a construção de casos para ensino. RAC, v. 11, n. 2, jan./jun. 2007.

ROESCH, M. S.A.; FERNANDES, F. Como escrever casos para o ensino de administração. São Paulo: Atlas, 2007.

ROSELLE, A. The case study method: a learning tool for practicing librarians and information specialists. Library Review, Bradford, v. 45, n. 4, p. 30-38, 1996.

RUBI, M. P.; EUCLIDES, M. L.; SANTOS, J. C. Profissional da informação: aspectos de formação, atuação profissional e marketing para o mercado de trabalho. Inf. & Soc.: João Pessoa, v.16, n.1, p.79-89, jan./jun. 2006.

SERPA, D. A. F.; MARIANO, S. R. H.; MAYER, V. F. Metodologia para desenvolvimento de estudos de casos. In: VEIT, M. R. (Org.). Histórias de sucesso. Belo Horizonte: SEBRAE, 2003. v. 1. p. 372-378.

TAKAYAMA, M.; ISOBE, S. The effect of the case method in Library and Information Science Education. Library and Information Science, Tokyo, n. 23, 1985.

TOMAÉL, M. I.; ALVARENGA, G. M. Profissional da informação: seu espaço e atuação em empresas industriais. Perspect. ci. inf., Belo Horizonte, v. 5, n. 1, p. 81 - 90, jan./jun. 2000

VALENTIM, M. L. P. (Org.). Atuação profissional na área de informação. São Paulo: Polis, 2002.

VALENTIM, M. L. P. O moderno profissional da informação: formação e Perspectiva profissional. Enc. Bibli, Florianópolis, Brasil, n.9, p.16-28, 2000.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e método. Porto Alegre: Bookman, 2005.




DOI: https://doi.org/10.5007/1518-2924.2014v19n39p1



Direitos autorais 2014 Sarah Miglioli

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1518-2924.

Conteúdos do periódico licenciados sob uma Licença Creative Commons 4.0 By  (mais informação)