Ontologia e documento arquivístico: análise ontológica para representação semântica do documento arquivístico em BFO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2022.e83536

Resumo

Objetivo: Descrever, com ontologia, a representação de documentos de acordo com os princípios e conceitos da Arquivologia. A análise ontológica teve enfoque na produção documental de uma organização, permitindo que ontologias desenvolvidas para organizações possam ser compatibilizadas com os princípios e soluções da Arquivologia, quando a questão é o documento e sua produção. Método: Análise ontológica de conceitos com enfoque na classificação de entidades arquivísticas nas classes especificadas na ontologia de alto nível Basic Formal Ontology (BFO) no que se refere a: informação, documento arquivístico e materialidade; produção de documento arquivístico; e contextos jurídico-administrativo, administrativo, documental e de proveniência. Resultado: O modelo ontológico esclarece e especifica o significado semântico dos conceitos arquivísticos analisados, construindo um suporte para derivações lógicas destes documentos, associação destes documentos com entidades que representam conteúdos de domínio especificadas em outras ontologias derivadas da BFO Conclusões: Os resultados demonstram que os conceitos arquivísticos estão alinhados à BFO em uma relação de subsunção com relação aos aspectos analisados. Se observa que o documento arquivístico é fundamentado pelas percepções de realidade de BFO.

Referências

ALMEIDA, Maurício B. Ontologia em Ciência da Informação: Teoria e Método. Curitiba: CRV, 2020.

ARP, Robert; SMITH, Barry; SPEAR, Andrew D. Building Ontologies with Basic Formal Ontology. Cambridge, MA: The MIT Press, 2015. E-book. Disponível em: https://doi.org/10.7551/mitpress/9780262527811.001.0001. Acesso em: 28. mai. 2020.

BRASIL. Minuta do contrato de partilha de produção de petróleo na área de Libra. Brasil: Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, 2013. Disponível em: http://rodadas.anp.gov.br/arquivos/Round_P1/Edital_p1/Minuta_Edital/ minuta_contrato_autorizada_09072013.pdf . Acesso at: 27 Apr. 2021.

BRIET, Suzanne. O que é documentação. Niterói: Universidade Federal Fluminense, Instituto de Artes e Comunicação Social, 1970.

BUCKLAND, Michael K. Document Theory. Knowledge Organization, [s. l.], v. 45, n. 5, p. 425–436, 2018. Disponível em: https://www.isko.org/cyclo/document.htm. Acesso em: 18 mai. 2020.

BUCKLAND, Michael K. Information as thing. Journal of the American Society for Information Science, [s. l.], v. 42, n. 5, p. 351–360, 1991. Disponível em: https://doi.org/10.1002/(SICI)1097-4571(199106)42:5<351:AID-ASI5>3.0.CO;2-3. Acesso em: 28 jul. 2019.

BUCKLAND, Michael K. What is a “document”? Journal of the American Society for Information Science, [s. l.], v. 48, n. 9, p. 804–809, 1997. Disponível em: https://doi.org/10.1002/(SICI)1097-4571(199709)48:9<804:AID-ASI5>3.0.CO;2-V. Acesso em: 27 jul. 2019.

CAMPOS, Maria Luiza de Almeida. O papel das definições na pesquisa em ontologia. Perspectivas em Ciência da Informação, [S. l.], v. 15, n. 1, p. 220–238, 1375. Disponível em https://doi.org/10.1590/S1413-99362010000100013. Acesso em 02 jan. 2022.

CONSELHO INTERNACIONAL DE ARQUIVOS. ISAD(G): Norma geral internacional de descrição arquivística. 2a Ed. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2000. Disponível em: https://www.gov.br/conarq/pt-br/centrais-de-conteudo/publicacoes/isad_g_2001.pdf. Acesso em: 02 ago. 2019.

CONSELHO INTERNACIONAL DE ARQUIVOS. ISDF: Norma internacional para descrição de funções. Paris: Conselho Internacional de Arquivos, 2007. Disponível em: https://www.ica.org/sites/default/files/CBPS_2007_Guidelines_ISDF_First-edition_PT.pdf. Acesso em: 21 ago. 2019.

CONSELHO INTERNACIONAL DE ARQUIVOS. Study nº 8; Guide for Managing electronic records from an archival perspective. Committee on Electronic Records. 2007. Disponível em: https://www.ica.org/sites/default/files/ICA%20Study%208%20guide_eng.pdf. Acesso em 12 dez. 2021.

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS (BRASIL). e-ARQ Brasil: Modelo de Requisitos para Sistemas Informatizados de Gestão Arquivística de Documentos / Câmara Técnica de Documentos Eletrônicos. 1.1. versão. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2011. Disponível em: http://www.siga.arquivonacional.gov.br/images/publicacoes/e-arq.pdf. Acesso em: 07 nov. 2020.

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS (BRASIL). NOBRADE: Norma Brasileira de Descrição Arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2006.

CORTÉS ALONSO, Vicenta. Manual de archivos municipales. Madrid: ANABAD, 1989.

COOK, Terry. Archival science and postmodernism: New formulations for old concepts. Archival Science, [s. l.], v. 1, n. 1, p. 3–24, 2001. Disponível em: https://doi.org/10.1007/BF02435636. Acesso em 02 dez. 2021.

DAQUINO, Marilena et al. Political roles ontology (PRoles): Enhancing archival authority records through semantic web technologies. Procedia Computer Science, [S. l.], v. 38, n. C, p. 60–67, 2014. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.procs.2014.10.012. Acesso em 21 mar. 2021.

DURANTI, Luciana. Diplomatics: new uses for an old science. Society of American Archivists: Maryland, 1998.

DURANTI, L.; EASTWOOD, T.; MACNEIL, H. Preservation of the Integrity of Electronic Records. Dordrecht: Springer Netherlands, 2002. E-book. Disponível em: https://doi.org/10.1007/978-94-015-9892-7_2. Acesso em: 21 jun. 2019.

EMYGDIO, Jeanne Louize; ALMEIDA, Maurício Barcellos; TEIXEIRA, Lívia Marangon Duffles. Ensaio sobre ontologia aplicada na recuperação da informação para a Ciência da Informação. Ponto de Acesso: Revista do Instituto de Ciência da Informação da UFBA, [S. l.], v. 15, n. 3, p. 323–343, 2021. Disponível em: https://doi.org/https://doi.org/10.9771/rpa.v15i3.47471. Acesso em: 03 jan. 2022.

FARINELLI, F.; DAMASCENO SOUZA, A. . Ontologias de alto nível: porque precisamos e como usar. Fronteiras da Representação do Conhecimento, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 174–202, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/fronteiras-rc/article/view/35785. Acesso em: 24 nov. 2021.

HEREDIA HERRERA, Antonia. Archivística general: teoría y práctica. 5a. Ed. Sevilla: Servicio de Publicaciones de la Diputación de Sevilla, 1991.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION - ISO. ISO/TR 15489-2:2001(E). Geneva: [s. n.], 2001.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO/IEC PRF 21838-2.2: Information technology - Top-level ontologies (TLO) - Part 2: Basic Formal Ontology (BFO). p. 2020.

INTERPARES 3 PROJECT. International Terminology Database. Disponível em: http://www.interpares.org/ip3/ip3_terminology_db.cfm. Acesso em: 23 abr. 2021.

JENKINSON, S. C. H. A Manual of Archive Administration. (New and Revised Edition). London: P. Lund, Humphries & Company, 1937. Disponível em: https://archive.org/details/manualofarchivea00iljenk/page/n5/mode/2up. Acesso em: 23 ago. 2019.

LLANES-PADRÓN, Dunia; PASTOR-SÁNCHEZ, Juan Antonio. Records in contexts: the road of archives to semantic interoperability. Program, [S. l.], v. 51, n. 4, p. 387–405, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1108/PROG-03-2017-0021. Acesso em: 3 mai. 2020.

MARCONDES, Carlos Henrique. Interoperabilidade entre acervos digitais de arquivos, bibliotecas e museus: Potencialidades das tecnologias de dados abertos interligados. Perspectivas em Ciencia da Informacao, [S. l.], v. 21, n. 2, p. 61–83, 2016. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1981-5344/2735. Acesso em 12 jan. 2022.

MARCONDES, Carlos Henrique. “Linked data” – dados interligados - e interoperabilidade entre arquivos, bibliotecas e museus na web. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, [S. l.], v. 17, n. 34, p. 171–192, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.5007/1518-2924.2012v17n34p171. Acesso em 10 dez. 2021.

MARCONDES, Carlos Henrique; ALMEIDA CAMPOS, Maria Luiza de. Ontologia e Web Semântica: o espaço da pesquisa em Ciência da Informação. PontodeAcesso, [S. l.], v. 2, n. 1, p. 107, 2008. Disponível em: https://doi.org/10.9771/1981-6766rpa.v2i1.2669. Aceso em 10 dez. 2021.

OTLET, Paul. Tratado de documentação: o livro sobre o livro, teoria e prática. Brasília: Briquet de Lemos, 2018.

PANDOLFO, Laura; PULINA, Luca; ZIELIŃSKI, Marek. ARKIVO: An ontology for describing archival resources. In: (Paolo FELLI, Marco MONTALI, Org.) 2018, Bolzano. CEUR Workshop Proceedings: 33rd Italian Conference on Computacional Logic. Bolzano: CEUR-WS, 2018. p. 112–116. Disponível em: http://ceur-ws.org/Vol-2214/paper12.pdf. Acesso em: 8 set. 2019.

RODRÍGUEZ BRAVO, Blanca. El documento: entre la tradición y la renovación. Grijón: Trea, 2002

RONDINELLI, Rosely Curi. O documento arquivístico ante a realidade digital: Uma revisão conceitual necessária. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2013.

SALES, Luana Farias; CAMPOS, Maria Luiza de Almeida; GOMES, Hagar Espanha. Ontologias de domínio: um estudo das relações conceituais. [S. l.], v. 13, n. 2, p. 62–76, 2008. Disponível em: https://doi.org/https://doi.org/10.1590/S1413-99362008000200006. Acesso em 02 jan. 2022.

SMITH, Barry et al. Basic Formal Ontology 2.0 – Specification and User’s guide. [S. l.: s. n.], 2015. Disponível em: https://github.com/BFO-ontology/BFO/raw/master/docs/bfo2-reference/BFO2-Reference.pdf. Acesso em: 20 ago. 2020.

SMITH, Barry; CEUSTERS, Werner. Aboutness: Towards foundations for the information artifact ontology. In: Proceedings of the Sixth International Conference on Biomedical Ontology (ICBO). [S. l.]: CEUR vol. 1515, 2015. Disponível em: http://ceur-ws.org/Vol-1515/regular10.pdf. Acesso em: 24 abr. 2020

VSESVIATSKA, Oleksandra et al. ArDO: An ontology to describe the dynamics of multimedia archival records. Proceedings of the ACM Symposium on Applied Computing, [S. l.], p. 1855–1863, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.1145/3412841.3442057. Acesso em 24 mar. 2021

YEO, Geoffrey. Concepts of Record (1): Evidence, Information, and Persistent Representations. The American Archivist, [s. l.], v. 70, n. 2, p. 315–343, 2007. Disponível em: https://doi.org/10.17723/aarc.70.2.u327764v1036756q. Acesso em: 28 jun. 2019.

Publicado

2022-02-08

Como Citar

LÖW, . M.; ROCHA, . P. da; ABEL, .; GARCIA, . F. Ontologia e documento arquivístico: análise ontológica para representação semântica do documento arquivístico em BFO. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, [S. l.], v. 27, n. 1, p. 1–27, 2022. DOI: 10.5007/1518-2924.2022.e83536. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/83536. Acesso em: 9 dez. 2022.