Blaise Pascal (1623-1662), um humano: recorte biográfico e proposta para a formação docente

Daniel de Medeiros Queiroz, Juliana Mesquita Hidalgo

Resumo


Desde as últimas décadas do século XX, tem-se enfatizado a importância da inserção da História da Ciência na educação científica. Em paralelo, dificuldades de natureza historiográfica quanto à compreensão do que é História da Ciência e sua escrita são considerados fatores limitantes para tal inserção. Estão ainda presentes na educação científica histórias essencialmente laudatórias, anacrônicas, que se destinam a apresentar “heróis” da ciência e a estabelecer a paternidade das descobertas científicas. A estas nos contrapondo, construímos um brevíssimo recorte biográfico de Blaise Pascal (1623-1662) para a formação docente. Sendo contrários a uma descrição cumulativa e linear de início, meio e fins cronológico e teleológico que outrora caracterizou o gênero biográfico tanto na História quanto na História da Ciência, (re)interpretamos um passado com articulações entre a vida do biografado e seus contextos – indivíduo e sociedade em dialética –, diante da irresolúvel tensão entre um ser representativo e um ser único. Esse recorte possibilita trazer a licenciandos em Física a compreensão de elementos da historiografia da ciência, ao passo em que permite “humanizar” Pascal sob a égide da École des Annales e de sua perspectiva de história-problema, dando margem a discussões de viés filosófico. Este artigo apresenta o recorte biográfico de Blaise Pascal, bem como sugere a sua socialização em uma proposta de sequência didática para a formação de professores de física.


Palavras-chave


História; História da Ciência; Gênero Biográfico; Formação Docente

Texto completo:

PDF/A

Referências


ALFONSO-GOLDFARB, A. M. O que é história da ciência. São Paulo: Brasiliense, 1994.

BALDINATO, J. O.; PORTO, P. A. Variações da história da ciência no ensino de ciências. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 2008. Atas...

BARROS, J. C. D’A. A Nouvelle Histoire e os Annales: entre continuidades e rupturas. Revista de História, Salvador, v. 5, n. 1-2, p. 308-340, 2013.

BLAISE PASCAL. Direção: R. Rossellini. Produção: R. Rossellini. Intérpretes: P. Arditi, R. Forzano, G. Addobbati, T. Ricci e outros. Roteiro: R. Rossellini, M. Mariani e L. Scaffa. Música: M. Nascimbene. Itália: 1972. 1 DVD (129 min.), 1.33:1, colorido.

BOURDIEU, P. A ilusão biográfica. In: AMADO, J.; FERREIRA, M. de M. (Orgs.). Usos e abusos da história oral. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2005, p. 183-191.

BRASIL, Ministério da Educação. Edital de convocação para o processo de inscrição e avaliação de obras didáticas para o Programa Nacional do Livro Didático 2017. Brasília: MEC/SEB, 2015.

BRASIL, Ministério da Educação. Orientações Curriculares para o Ensino Médio. Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Brasília: MEC/SEMTEC, 2006.

BRASIL, Ministério da Educação. Orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais. Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Brasília: MEC/SEMTEC, 2002.

COSTA, A. C. L. Biografias históricas e práxis historiográfica. Sæculum, João Pessoa, v. 13, n. 23, p. 19-33, jul./dez. 2010.

DEL PRIORE, M. Biografia: quando o indivíduo encontra a história. Topoi, Rio de Janeiro, v. 10, n. 19, p. 7-16, jul./dez. 2009.

DOSSE, F. A biografia modal. In: DOSSE, F. O Desafio Biográfico: Escrever uma Vida. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2015. p. 195-228.

DUARTE, M. C. A história da ciência na prática de professores portugueses: implicações para a formação de professores de ciências. Ciência & Educação. Bauru, v. 10, n. 3, p. 317-331, 2004.

FERREIRA, A. M. P; FERREIRA, M. E. M. P. A história da ciência na formação de professores. História da Ciência e Ensino: Construindo Interfaces. São Paulo, v. 2, p. 1-13, 2010.

FIGUEIRÔA, S. F. de M. A propósito dos estudos biográficos na história das ciências e das tecnologias. Revista de História e Estudos Culturais, Uberlândia, v. 4, n. 3, p. 1-14, 2007.

FORATO, T. C. M.; PIETROCOLA, M.; MARTINS, R. A. Historiografia e natureza da ciência na sala de aula. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Florianópolis, v. 28, n. 1, p. 27-59, abr. 2011.

GIL-PÉREZ, D.; MONTORO, I. F.; CARRACOSA, J. A.; CACHAPUZ, A. C.; PRAIA, J. Para uma imagem não deformada do trabalho científico. Ciência & Educação. Bauru, v. 7, n. 2, p. 125-153, 2001.

GOULART, S. M. História da ciência: elo da dimensão transdisciplinar no processo de formação de professores de ciências. In: LIBÂNEO, J. C.; SANTOS, A. (Orgs.). Educação na era do conhecimento em rede e transdisciplinaridade. Campinas: Alínea, 2005.

HIDALGO, J. M.; ALVES, J. M.; SOUZA, F. de A.; QUEIROZ, D. de M. A história da ciência (distorcida ou ausente) em livros didáticos: o conteúdo sobre o “experimento de Torricelli” como estudo de caso. Alexandria, Florianópolis, v. 11, n. 1, p. 101-124, mai. 2018.

LEVI, G. Usos da biografia. In: AMADO, J. ; FERREIRA, M. de M. (Orgs.). Usos e abusos da história oral. Rio de janeiro: FGV, 1996, p. 167-182.

MARTINS, R. A. História e história da ciência: encontros e desencontros. In: CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA CIÊNCIA E DA TÉCNICA, 2001. Atas...

MARTINS, R. A. Introdução: a história das ciências e seus usos na educação. In: SILVA, C. C. Estudo de História e Filosofia das Ciências: subsídios para aplicação no ensino. São Paulo: Livraria da Física, 2006. p. XVI-XXIX.

MARTINS, R. A. Que tipo de história da ciência esperamos ter nas próximas décadas? Episteme: Filosofia e História das Ciências em Revista, n. 10, p. 39-56, jan./jun. 2000.

MATTHEWS, M. R. História, filosofia e ensino de ciências: a tendência atual da reaproximação. Caderno Catarinense de Ensino de Física, Florianópolis, v. 12, n. 3, p. 164-214, dez. 1995.

NYE, M. J. Scientific Biography: History of Science by Another Means. Isis, Chicago, v. 97, n. 2, p. 322-329, jun. 2006.

OLIVEIRA, P. M. A. de; OLIVEIRA, A. L. de. Sedução e desafios da biografia na história. Faces de Clio, Juiz de Fora, v. 1, n. 1, p. 168-180, jan./jun. 2015.

PASCAL, B. Tratados Físicos. Seleção, tradução e notas de Roberto de Andrade Martins. Cadernos de História e Filosofia da Ciência, Campinas, v. 1, n. 3, p. 49-168. 1989.

PEREIRA, G. J. S. A. História e filosofia da ciência nos currículos das licenciaturas em física e química da UFRN. 235 f. 2009. Dissertação (Mestrado em Educação) - UFRN, Natal, RN.

QUEIROZ, D.M. Blaise Pascal (1623-1662), um humano: (re)interpretações com vistas à formação inicial de professores de Física. 141f. 2018. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências) - UFRN, Natal, RN.

SCHMIDT, B. B. Biografia e regimes de historicidade. MÉTIS: história & cultura, Caxias do Sul, v. 2, n. 3, p. 57-72, jan./jun. 2003.

SCHMIDT, B. B. Construindo Biografias… Historiadores e Jornalistas: Aproximações e Afastamentos. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 10, n. 19, p. 3-21, jan./jun. 1997.

SCHMIDT, B. B. História e Biografia. In: CARDOSO, C. F.; VAINFAS, R. (Orgs.). Novos domínios da história. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012. p. 187-205.

SCHMIDT, B. B. Quando o historiador espia pelo buraco da fechadura: biografia e ética. História, São Paulo, v. 33, n. 1, p. 124-144, jan./jun. 2014.

SCHWARCZ, L. M. Biografia como gênero e problema. História Social, Campinas, n. 24, p. 51-73, jan./jun. 2013.

VIDAL, P. H. O. A história da ciência nos livros didáticos de química do PNLEM 2007. 104 f. 2009. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências) - USP, São Paulo, SP.

VIDAL, P. H. O.; PORTO, P. A. A história da ciência nos livros didáticos de química do PNLEM 2007. Ciência & Educação, Bauru, v. 18, n. 2, p. 291-308, 2012.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7941.2019v36n2p457

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >