Contribuição à crítica da formação de professores de Educação Física: em defesa da Licenciatura Ampliada

Ediberto Ferreida de Almeida, William José Lordelo Silva

Resumo


O presente artigo tem por objetivo contribuir para a crítica às bases que fundamentam a formação de professores de Educação Física dando ênfase nos pontos que não foram consenso durante a elaboração das Diretrizes Curriculares Nacionais de Educação Física (DCNEF). Compreendemos que as atuais Diretrizes estão alicerçadas às pedagogias do capital, não contribuindo dessa maneira para a formação humana. Desse modo, apontamos a necessidade de superação das DCNEF, defendendo a construção da Licenciatura Ampliada enquanto proposta de formação que atenda aos interesses da classe trabalhadora por ter uma concepção pautada no pleno desenvolvimento humano e de superação da atual sociedade.


Palavras-chave


Crítica; Formação de Professores; Diretrizes Curriculares; Educação Física

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2014v26n43p104



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA