Educação Física e a rede de saúde pública: dilemas, possibilidades e desafios entre a formação e a intervenção

Márcia Fernanda de Méllo Mendes, Marielly de Moraes, Sabrina Chapuis de Andrade, Cristianne Maria Famer Rocha

Resumo


O objetivo desta pesquisa foi identificar e analisar as atividades realizadas pelos profissionais de Educação Física (PEF) no campo da Saúde Pública e investigar como a formação influencia na sua prática profissional. Metodologia: utilizou-se a técnica de Grupo Focal com a participação de onze profissionais de Educação Física vinculados a rede pública de saúde. Resultados: emergiram duas categorias: uma diz respeito à formação profissional e outra à inserção dos PEF no campo da Saúde Pública. Considerações: A pesquisa identificou que há uma lacuna entre a formação do PEF e a realidade da prática profissional que atenda às diretrizes e necessidades do SUS. A formação deve superar o modelo hegemônico biológico, centrado puramente da técnica, propondo ao aluno uma reflexão crítica da realidade social e uma nova concepção de saúde, sociedade e de sujeito.


Palavras-chave


Educação Física; Atenção à Saúde; Competência Profissional

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2014v26n43p133



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA