O PIBID e o percurso formativo de professores de Educação Física

Daniela de Moura Clates, Maria Cecília Camargo Günther

Resumo


Esse artigo é resultado de uma investigação que teve como foco a repercussão das experiências acumuladas no PIBID sobre o percurso formativo de egressos do curso de Educação Física – Licenciatura do CEFD/UFSM. Trata-se de um estudo de caso descritivo, de corte qualitativo. O estudo foi desenvolvido através de revisão de literatura e entrevistas biográficas (semiestruturadas). Foram tomadas como foco de análise as experiências sociocorporais, o processo de escolha profissional e as experiências formativas vividas na graduação junto ao PIBID. Assim, compreendeu-se que o PIBID representa um importante espaço formativo e que propicia a antecipação da experiência docente, incidindo sobre a socialização profissional e construção da identidade docente desses acadêmicos. O programa pode, no entanto, avançar no sentido de aprofundar as reflexões e formulações teóricas sobre as experiências e saberes delas originados.


Palavras-chave


PIBID/Educação Física; Experiências Formativas; Percursos Formativos

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2015v27n46p53



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA