Aprendizagens do e no Futebol: sobre os ensaios e a constituição da habilidade

Autores

  • Eliene Lopes Faria Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2018v30n53p134

Palavras-chave:

Futebol, Aprendizagem, Ensaios

Resumo

Este artigo aborda a aprendizagem de uma prática muito popular no Brasil: o futebol. Produzido a partir de pesquisa etnográfica (em um bairro de Belo Horizonte/BR) em diálogo com a antropologia, o estudo desvelou elementos que envolvem a aprendizagem nesse esporte: os contextos de produção e os modos de participação; as relações de poder/aprendizagem entre novatos e veteranos; as mudanças nas formas de participação; a constituição de identidades; os ensaios futebolísticos como contextos de aprendizagem. A centralidade/densidade das aprendizagens constituídas nos ensaios futebolísticos (repetidos exercícios dos praticantes com a bola) permitiu recortar essas práticas como foco. Neste artigo, essas práticas foram colocadas em dois grupos: ensaios “solo” (quando um praticante se envolve na produção de movimentos futebolísticos com a bola) e os ensaios “guiados” (quando mais de um praticante está envolvido na produção de movimentos futebolísticos).

Biografia do Autor

Eliene Lopes Faria, Universidade Federal de Minas Gerais

Professora de Educação Física do Colégio Técnico da UFMG. Doutora em Educação.

Referências

DAMO, Arlei Sander. Do dom à profissionalização: uma etnografia do futebol de espetáculo a partir da formação de jogadores no Brasil e na França. 2005. Tese (Doutorado em Antropologia) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (FRGS); Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Porto Alegre, 2005.

AUTOR, 2008. (referencia retirada para não permitir a identificação do autor do artigo)

AUTOR, 2010. (referencia retirada para não permitir a identificação do autor do artigo)

INGOLD, Thin. The perception of the environment: essays on livelihood, dwelling and skill. New York: Routledge, 2000.

INGOLD, Thin. From the transmission of representations to the education of attention. In: ______. The debated mind: evolutionary psychology versus ethnography. Oxford: Harvey Whitehouse, 2001.

INGOLD, Thin. Beyond art and technology: the anthropology of skill. In: SCHIFFER, M. B. Anthropological perspectives on technology. Albuquerque (NM): University of New Mexico Press, 2001.

KASTRUP, Virgínia. Políticas cognitivas na formação do professor e o problema do devir-mestre. Educação e Sociedade, Campinas, v. 26, n. 93, p.1273-1288, set./dez. 2005.

KASTRUP, Virgínia. A aprendizagem da atenção na cognição inventiva. Psicologia e Sociedade. Porto Alegre, v. 16, n. 3, p. 7-17, set./dez. 2004.

LAVE, Jean; WENGER, Etiene. Situated learning: legitimate peripheral participation. Cambridge, UK: Cambridge University Press, 1991.

MATURANA, Humberto R. e VARELA, Francisco. J. A árvore do conhecimento: as bases biológicas da compreensão humana. Tradução de Humberto Mariotti e Lia Diskin. 5. ed. São Paulo: Palas Athena, 2005.

MATURANA, Humberto R. Cognição, ciência e vida cotidiana. Tradução de Cristina Magro e Victor Paredes. 5. ed. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2001.

SAUTCHUK, Carlos Emanuel. Aprendizagem como gênese: prática, skill e individuação Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 21, n. 44, jul./dez. 2015.

VARELA, Francisco. J. Sobre a competência ética. Tradução de Artur Mourão. Lisboa: Edições 70, 1992.

Downloads

Publicado

2018-04-19

Edição

Seção

Artigos Originais