Narrativas de professores de Educação Física egressos do programa de residência do colégio Pedro II: revisitando cadernos e memoriais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2020e73550

Palavras-chave:

Formação continuada, Narrativa, Inserção profissional, Educação física

Resumo

Este estudo objetiva identificar e refletir sobre eventos significativos de professores de Educação Física egressos do Programa de Residência Docente do Colégio Pedro II, campus engenho novo I, localizado no Rio de Janeiro. A partir da narrativa de si e o lugar de fala, problematizamos o contexto da inserção profissional desses professores na condição de iniciante na carreira docente. Configura-se como uma pesquisa qualitativa, baseada na análise documental. Utilizamos materiais empíricos como o Memorial Circunstanciado, anotações do caderno de campo sobre as oficinas, minicursos e palestras a fim de rememorar e sistematizar o processo vivido. Conclui-se que revisitar memoriais e cadernos no âmbito de um processo  de rememoração, nos qualifica a compreender a dimensão da profissão professor de Educação Física iniciante na carreira docente, bem como refletir sobre seus conhecimentos, registros, durante e após a inserção no diálogo com o desenvolvimento profissional.

Biografia do Autor

João Augusto Galvão Rosa Costa, Universidade Federal Fluminense/UFF

Professor de Educação Física pela UFF. Especiaista em Educação Física pela UFF e professor do Município de Duque de Caxias.

Juliana Trajano dos Santos, Universidade Salgado de Oliveira / UNIVERSO

possui graduação em Educação Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, conclusão 2011. Atualmente é professora da Prefeitura da Municipal do Rio de Janeiro e da Prefeitura Municipal de Belford Roxo. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Física Escolar. Especialista em Educação Física Escolar pela UERJ, conclusão em 2013 e Especialista em Docência do Ensino Básico na Disciplina de Educação Física, pelo Colégio Pedro II, conclusão em Junho de 2018. Atualmente, Mestranda em Ciências da Atividade Física - linha de pesquisa sociocultural, pela Universidade Salgado de Oliveira - UNIVERSO.

Referências

ANDRÉ, Marli. Eliza. Afonso. Dalmazo. Políticas e programas de apoio aos professores iniciantes no Brasil. Cadernos de Pesquisa. v. 42. n.145. p. 112-129. jan./abr. 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cp/v42n145/08.pdf . Acesso em 20 jan. 2020.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Educação Física. Brasília: MEC/SEF, 1997.

BARRETO, Elba. Siqueira. Sá. Políticas e práticas de formação de professores da educação básica no Brasil: um panorama nacional. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, Porto Alegre, v. 27, n. 1, p. 39-52, jan./abr. 2011. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/rbpae/article/viewFile/19966/11597. Acesso em 03 mar. 2020.

BAUER, Martin. W.; GASKELL, George. (Ed.). Pesquisa Qualitativa com texto, imagem e som um manual prático. Tradução Pedrinho A. Guareschi. 10 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

BERNARDI, A.P. ET AL. O percurso profissional de professores de Educação Física escolar de Santa Maria (RS): a fase de entrada na carreira docente. In: XVI Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e III Congresso Internacional de Ciências do Esporte, 2009, Salvador. Anais. p.01-13, 2009.

CANÁRIO, Rui. O papel da prática profissional na formação inicial e contínua de professores. In: Congresso brasileiro de qualidade na educação, Brasília. Outubro de 2001.

CARVALHO JUNIOR, Arlindo. Fernando. Paiva de; SALGADO, Simone; MOURA, Iuri. A educação Física no Programa de Residência docente do Colégio Pedro II. Temas em Educação Física Escolar, Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, jan./jun. 2016, p. 116-129. Disponível em: http://www.cp2.g12.br/ojs/index.php/temasemedfisicaescolar/article/view/643. Acesso em 22 mar. 2020.

CORNEJO, Abarca. José. Implementación y desarrollo de una experiencia de apoyo a la iniciación docente de profesores en Chile. In: MARCELO, C. El professorado principiante. Inserción a la docência. Barcelona. Ediciones Octaedro, p. 99-154, 2009.

FLORES, Maria. Assunção. La investigación sobre los primeros años de enseñanza: Lecturas e implicaciones. In: MARCELO, C. El professorado principiante. Inserción a la docência. Barcelona. Ediciones Octaedro, p. 59-98, 2009.

GARIGLIO, José. Ângelo. A inserção profissional de Professores de Educação Física Iniciantes: aprendendo a ser professor. Revista Educação. Porto Alegre, v. 39, n. 3, p. 312-326, set./dez. 2016. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/22740/15136. Acesso em: 22 mar. 2020.

GARCIA, Carlos. Formação de Professores: Para uma mudança educativa. Trad. Isabel Narciso. Porto: Editora Porto, 1999. Coleção Ciências da Educação Século XXI, v.2. GATTI, B.A. Barretto, E.S.S., André, M. E. D. A. Políticas Docentes no Brasil: um estado da arte. Brasília, UNESCO.

GATTI, Bernadette. Angelina. Reconhecimento social e as políticas de carreira docente na educação básica. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 42, n. 145, p. 88-111, jan./abr. 2012. Disponível em: http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php/cp/article/view/49. Acesso em 22 de jan. de 2020.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GOODSON, Ivor. Frederick. Currículo, narrativa pessoal e futuro social. São Paulo: Editora da Unicamp. 2019.

GUARNIERI, Maria. Regina. Tornando-se professor: o início na carreira docente e a consolidação da profissão. Tese de Doutorado. São Carlos: Universidade Federal de São Carlos, 1996.

HISSA, Cássio. Eduardo. Viana. Entre notas: compreensões de pesquisa. 1. ed. Belo Horizonte, Editora UFMG, 2012.

HUBERMAN, Michael. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NÓVOA, Antônio (Org.). Vidas de professores. 2 ed. Porto: Porto, p 31-61, 1995.

LARROSA, Jorge. Bondia. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação. Rio de Janeiro, nº 19, 2002. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n19/n19a02.pdf. Acesso em: 10/01/2020.

MARCELO, Garcia. El professorado principiante: Inserción a la docência. Barcelona. Ediciones Octaedro, 2009.

NÓVOA, A. Firmar a posição como professor, afirmar a profissão docente. Cadernos de Pesquisa. São Paulo. v. 47, n. 166, p. 1106-1133, 2017. Disponível em: http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php/cp/article/view/4843 . Acesso em 20/03/2020.

NUNES, Celia. Maria. Fernandes. Saberes docentes e formação de professores: um breve panorama da pesquisa brasileira. Caderno Cedes. Campinas, v.12, n. 74, p. 27-42, 2001. Disponível em : https://www.cedes.unicamp.br/publicacoes/edicao/275. Acesso em: 22 mar. 2020.

OLIVEIRA; Vitor. Marinho de. O que é Educação Física. São Paulo: Nova Cultural: Brasiliense, 1986.

RAMALHO, Betania. Leite; NUÑEZ, Izauro. Beltrán; GAUTHIER, Clermont. Formar o Professor, profissionalizar o ensino: perspectivas e desafios. Porto Alegre: Sulina, 2004.

SANT`ANNA, Neide. Fonseca da; MATTOS, Francisco. Roberto; COSTA, Christine. Sertã. Formação continuada de Professores: a experiencia do programa de residência docente no Colégio Pedro II. Educação em Revista, Belo Horizonte. v.31.n.4,p.249 – 278,Out/Dez, 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/edur/v31n4/1982-6621-edur-31-04-00249.pdf. Acesso em: 21 mar. 2020.

SCHÖN, Donald. A. Educando o profissional reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Porto Alegre: Artmed, 2000.

PASSEGGI, Maria da Conceição. Memoriais auto-bio-gráficos: a arte profissional de tecer uma figura pública de si. IN: PASSEGGI, Maria da Conceição; BARBOSA, Tatyane Mabel Nobre (Org.). Memória, memoriais: pesquisa e formação docente. Natal,RN: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2008.

PEREIRA, Amilcar. Araújo . A Lei 10.639/03 e o movimento negro: aspectos da luta pela “reavaliação do papel do negro na história do Brasil”. Cadernos de História. Belo Horizonte. v. 12. n. 17. p. 25-45, 2011. http://periodicos.pucminas.br/index.php/cadernoshistoria/article/viewFile/P.2238871.2011v12n17p25/3725. Acesso em: 16 mar. 2020.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

ZEICHNER, Kenneth. Formação de Professores em Universidade: repensando as conexões entre campus cursos e experiências de campo na formação de professores em faculdades e universidades. Diário de Formação de Professores, Washington, v. 61, p. 89-99, 2010. Disponível em https://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/0022487109347671. Acesso em: 21 jan. 2020.

Downloads

Publicado

2020-12-15

Edição

Seção

Porta Aberta