Perfil dos gestores de esporte e lazer dos municípios dos territórios de identidade litoral sul da Bahia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2021e77755

Palavras-chave:

Esporte, Lazer , Políticas públicas, Litoral sul da bahia

Resumo

O objetivo deste estudo foi apresentar e analisar o perfil dos gestores responsáveis pelo esporte e lazer de 15 municípios do Territórios de Identidade Litoral Sul da Bahia, buscando gerar reflexões em torno das possibilidades de desenvolvimento das políticas públicas da região. A coleta de dados foi realizada in loco e por meio de um questionário virtual utilizando o Google Formulários. Os dados apontaram para a necessidade de uma discussão que tematize a importância do grau de capacitação/especialização dos gestores no que tange ao fomento do lazer e do esporte, compreendidos nesta pesquisa como direitos do cidadão e portanto, deve ser alvo de uma consistente e regular política pública dos municípios da região.

 

Biografia do Autor

Marco Aurélio Ávila, Universidade Estadual de Santa Cruz

Doutor em Turismo y Desarrollo Sostenible - Universidad de Las Palmas de Gran Canaria (2004). Pós Doutor - Instituto Nacional de Educación Física de Cataluña - Universidade de Barcelona. Professor pleno do curso de Educação Física, Departamento de Saúde da Universidade Estadual de Santa Cruz.

Cristiano de Sant Anna Bahia, Universidade Estadual de Santa Cruz

Doutor em Educação Física, pela Universidade Federal de Sant Catarina. Professor de Educação Física do Departamento de Saúde da Universidade Estadual de Santa Cruz- Ilhéus Bahia.

Felipe Eduardo Ferreira Marta, Universidade Estadual de Santa Cruz

 Doutorado em História Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) 2004 e 2009. Pós-doutorado junto a Virginia Polytechnic Institute and State University - Virginia Tech - USA (2015). Atualmente é Professor Pleno do Departamento de Ciências Naturais da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB - Vitória da Conquista) atuando como docente no Programa de Pós-Graduação em Memória: linguagem e sociedade da UESB. Atua também como docente no curso de licenciatura em Educação Física da Universidade Estadual de Santa Cruz-UESC.

Carla Carolina Venancio dos Santos, Universidade Estadual de Santa Cruz

Graduanda em Educação Física, pela Universidade Estadual de Santa Cruz.

Lucas Menezes Amaral Levita, Universidade Estadual de Santa Cruz

Graduando em Educação Física pela Universidade Estadual de Santa Cruz.

Referências

ATHAYDE, Pedro; MASCARENHAS, Fernando; SALVADOR, Evilásio. Primeiras aproximações de uma análise do financiamento da política nacional de esporte e lazer no Governo Lula. Revista Brasileira De Ciências Do Esporte, v. 37, n. 1. 2015.

AMARAL, Silvia Cristina Franco; RIBEIRO, Olívia Cristina Ferreira; SILVA, Dirceu Santos. Produção científico-acadêmica em políticas públicas de esporte e lazer no Brasil. Motrivivência, Florianópolis, v. 26, n. 42, p. 27-40, jul. 2014.

BAHIA. Perfil dos Territórios de Identidade / Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia. Salvador: SEI, 2015.

BATISTA de Miranda; YVES de Holanda et al. Análise acerca das competências necessárias para a atuação profissional do gestor esportivo. Pensar a Prática, v. 20, n. 3, set. 2017.

BETTIN, Everton Burlamarque; PEIL, Luciana Marins Nogueira; MELO, Marcelo Paula. Políticas públicas municipais de esporte, lazer e espaços públicos em Pelotas-rs na gestão 2009-2012. Pensar a Prática, v. 21, n. 1, 2018.

BUENO, Luciano. Políticas públicas do esporte no Brasil: razões para o predomínio do alto rendimento. Tese (Doutorado em Administração) - Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2008.

BRASIL, Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo 2011. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ba/ilheus/panorama. Acesso em: 25 de maio de 2020.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 5 de outubro de 1988.

BRASIL. Ministério da Cidadania. Disponíevel: https://www.gov.br/cidadania/pt-br/noticias-e-conteudos/esporte. Acesso em 20/09/20.

CASTRO, Suélen Barboza Eiras; SCARPIN, Jorge Eduardo; SOUZA, Doralice Lange. Ciclo orçamentário e prioridades das políticas federais para o esporte e lazer no Brasil (2004-2011). Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, v. 33, n. 4, p. 531-549, jun. 2020.

CARVALHO, José Murilo de. Mandonismo, Coronelismo, Clientelismo: Uma Discussão Conceitual. Dados, Rio de Janeiro, v. 40, n. 2, 1997.

CARNEIRO, Fernando Henrique Silva; ATHAYDE, Pedro Fernando Avalone; MASCARENHAS, Fernando. Era uma vez um ministério do esporte...: seu financiamento e gasto nos governos Lula, Dilma e Temer. Motrivivência, Florianópolis, v. 31, n. 60, p. 01-22, outubro/dezembro, 2019.

CHIAVENATO, Idalberto. Planejamento, recrutamento e seleção de pessoal: como agregar talentos à empresa. Manole, 2009.

DENCKER, Ada de Freitas Maneti. Métodos e técnicas de pesquisa em turismo. São Paulo: Futura, v. 10, n. 2, 1998.

EWERTON, Andréa Nascimento; MATIAS, Wagner Barbosa. Gestão Estratégica das Experiências de Lazer na Esfera Federal. In: AZEVÊDO, Paulo Henrique; BRAMANTE, Antonio Carlos (Org.). Gestão estratégica das experiências de lazer. Curitiba: Appris, 2017.

GALINDO, Alexandre Gomes. Esporte e lazer municipal: reflexões sobre as bases do planejamento e gestão pública. Revista do Plano Diretor Participativo do Município de Santana-AP, v. 1, n. 1, p. 49-62, 2005.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar Projetos de Pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

LINHALES, Meily Assbú. Políticas Públicas para o esporte no Brasil. In: Anais do X Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte, Goiânia: GEP. 1997, p. 378, V.I.

SANTOS, Marco Aurélio Gonçalves Nóbrega; FREIRE, Elisabete dos Santos; BASTOS, Flávia da Cunha; MAZZEI, Leandro Carlos. A percepção dos gestores sobre os objetivos do esporte nos municípios. Cuadernos de Psicología del Deporte, v. 19, n. 3, p. 179-189. 2019.

SANTOS, Flávia Da Cruz; AMARAL, Silvia Cristina Franco. SOBRE LAZER E POLÍTICAS SOCIAIS: QUESTÕES TEÓRICO-CONCEITUAIS. Pensar a Prática, v. 13, n. 3, 21 dez. 2010.

SECCHIO, L. Políticas Públicas: conceitos, esquemas de análise, casos práticos. 2ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013.

PERRENOUD, Philippe. Dez novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

QUINAUD, Ricardo Teixeira et al. Gestores do esporte: reflexões sobre sua formação e desenvolvimento profissional. Pensar a Prática, v. 22, abr. 2019.

ZANATTA, Thaís Camargo et al. O perfil do gestor esportivo brasileiro: revisão sistemática da literatura. Movimento, Porto Alegre, v. 24, n. 1, p. 291-304, jan./mar. de 2018.

Downloads

Publicado

2021-03-03

Edição

Seção

Artigos Originais