Produzindo textos: gêneros ou tipos?

Maria Marta Furlanetto

Resumo


Este estudo constitui reflexão sobre um tópico de trabalho anterior: "Gênero discursivo, tipo textual e expressividade", em que investiguei recursos expressivos de estudantes de Letras. Colocando-me na perspectiva sócio-interacionista, apontei como primeiro critério de análise do corpus o tópico gênero e tipo — estilos de projeção', mostrando conflitos entre a conceituação oferecida pela obra didática utilizada e os textos produzidos. Retomo o a discussão do teórica centralizando-a na relação gênero/tipo,salientando a distinção que propus entre gênero discursivo e tipo textual, privilegiando a metodologia do ensino/aprendizagem de lingua portuguesa. Insiro nesta proposta reflexões posteriores com base em Bakhtin e outros autores.


Palavras-chave


Lingua portuguesa; gênero; estudo e ensino; Portuguese language; gender; study and teaching; Lengua portuguesa; género; estudio y enseñanza

Texto completo:

PDFA


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x



Direitos autorais 2002 Maria Marta Furlanetto

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Perspectiva, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN print 0102-5473, ISSN 2175-795X.

Recomendamos o uso do browser Firefox_Mozilla como navegador do portal .

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.