A moratória profissional do Magistério: ensaio de interpretação sociológica

Gilson Ricardo de Medeiros Pereira, Maria da Conceição Lima de Andrade

Resumo


O objetivo do presente texto é abordar a profissionalização do Magistério no estado atual do campo educacional brasileiro. Submetem-se à análise o recrutamento, isto é, as condições de escolha desta específica ocupação; a formação inicial, quer dizer, os processos por meio dos quais são incorporadas as disposições físicas e cognitivas necessárias a esse ofício; e a formação continuada, ou seja, a reestruturação contínua dessas disposições. Define-se o exercício profissional como ação baseada em estratégias orientadas por objetivos, que pressupõem conhecimentos incorporados por meios garantidos e institucionalmente legitimados, e, além disso, como ação orientada por uma ética capaz de regular os padrões de comportamento quando do exercício das atividades profissio- nais. Parte-se da proposição segundo a qual a oposição entre “realização cognitiva” e “realização moral” comanda o recruta- mento de docentes e, sob muitos aspectos, condiciona os caminhos da profissionalização. Uma vez confrontada com outro índice, o rendimento propriamente escolar dos agentes, a oposição mencionada permite esclarecer o quadro do 

recrutamento atual para o ingresso na profissão docente, sobretudo em seus postos mais inferiores, o do Magistério da Educação Infantil, e torna possível compreender os  desdobramentos subsequentes da profissionalização, nas modalidades de formação inicial e continuada.


Palavras-chave


Professores; Formação; Carreiras–formação; Educação permanente; Teachers – Teacher education; Careers–Training; Permanent Education; Professeurs – Formation; Carrières – Formation; Education continue

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-795X.2009v27n2p629



Direitos autorais 2009 Gilson Ricardo de Medeiros Pereira, Maria da Conceição Lima de Andrade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Perspectiva, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN print 0102-5473, ISSN 2175-795X.

Recomendamos o uso do browser Firefox_Mozilla como navegador do portal .

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.