Aspectos da pesquisa colaborativa na formação docente

Denise Moreira Gasparotto, Renilson José Menegassi

Resumo


Este trabalho discute o conceito de pesquisa colaborativa no campo aplicado dos estudos de linguagem escrita, a partir de pesquisas brasileiras sobre o tema (MAGALHÃES, 1994, 1998, 2002; MAGALHÃES; FIDALGO, 2010; IBIAPINA, 2008; CABRAL, 2012; HORIKAWA, 2008; BORTONI-RICARDO, 2011). Objetivamos compreender e sistematizar as caraterísticas dessa abordagem de pesquisa e as etapas que a compõem. A partir de pesquisa colaborativa realizada com uma docente de Língua Portuguesa, acerca dos processos de revisão e reescrita, pautada nos pressupostos dialógicos (BAKHTIN, 2010), analisamos a aplicação prática das características e etapas levantadas, apresentando alternativas para o desenvolvimento de um trabalho colaborativo. Os resultados apontaram a importância dessa abordagem de pesquisa para a formação de professores e para os processos de ensino-aprendizagem, destacando o engendramento necessário entre academia, escola, teoria, metodologia, prática, sujeito e contexto, na orientação de pesquisas de caráter teórico-metodológico.

 

 


Palavras-chave


Pesquisa colaborativa; Formação docente; Revisão e reescrita

Texto completo:

PDFA


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-795X.2016v34n3p948



Direitos autorais 2017 Denise Moreira Gasparotto, Renilson José Menegassi

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Perspectiva, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN print 0102-5473, ISSN 2175-795X.

Recomendamos o uso do browser Firefox_Mozilla como navegador do portal .

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.