Articulação entre universidade e escola públicas: o caso do curso de pós-graduação lato sensu em ensino de sociologia da UFRJ

Autores

  • Anita Handfas Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Julia Polessa Maçaira Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-795X.2017v35n1p73

Palavras-chave:

Formação continuada docente, Estudo de caso, Pós-graduação lato sensu, Ensino de sociologia

Resumo

O objetivo do artigo é discutir a formação continuada de professores, tendo por base a experiência do curso de pós-graduação lato sensu – especialização em ensino de sociologia da Faculdade de Educação da UFRJ. Para alcançar esse objetivo e apoiando-se nas noções de campo e habitus de Pierre Bordieu, foram realizadas entrevistas, aplicados questionários e considerados os dados da avaliação da coordenação do curso, para entender os impactos causados pelo trânsito dos professores entre os campos da universidade e da escola. Dentre as conclusões, destacamos que para uma parte considerável dos alunos o curso representa a possibilidade real de retomada da formação acadêmica que em grande parte foi abandonada pela contingência do trabalho docente na escola. Os dados analisados reafirmam a concepção do Curso de Especialização Saberes e Práticas na Educação Básica – CESPEB, cujos princípios se assentam na articulação entre universidade e escola públicas.

 

Biografia do Autor

Anita Handfas, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em Educação pela Universidade Federal Fluminense (UFF.), Professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Julia Polessa Maçaira, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em Sociologia pela Universidade  Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professora  da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Downloads

Publicado

2017-03-31

Edição

Seção

Artigos de Dossiês Temáticos