As operações de multiplicação e de divisão nas edições da Segunda Aritmética da série Concórdia

Malcus Cassiano Kuhn, Arno Bayer

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1981-1322.2016v11n2p224

O artigo discute os aspectos pedagógicos e metodológicos relacionados ao ensino da multiplicação e da divisão em duas edições da Segunda Aritmética da série Concórdia, editadas pela Igreja Luterana para suas escolas paroquiais no Rio Grande do Sul, durante a primeira metade do século XX. Em 1900, o Sínodo de Missouri, hoje Igreja Evangélica Luterana do Brasil, iniciou sua missão nas colônias alemãs gaúchas, fundando congregações religiosas e escolas paroquiais. Estas escolas buscavam ensinar a língua materna, a matemática, valores culturais, sociais e religiosos. Baseando-se na história cultural e na análise de conteúdo, verificou-se que, embora a Segunda Aritmética de Otto Goerl apresente uma proposta de estudo das operações de multiplicação e de divisão por 2 até 10 de forma mais contextualizada com práticas socioculturais, as duas aritméticas trazem atividades para o desenvolvimento de habilidades de cálculo mental e de cálculo escrito, com foco nos algoritmos e procedimentos de cálculo das operações de multiplicação e de divisão.


Palavras-chave


Multiplicação; Divisão; Segunda Aritmética da Série Concórdia; Ensino da Matemática; Escolas Paroquiais Luteranas

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1981-1322.2016v11n2p224

 

Indexadores, diretórios e base de dados:

 

 

 

REVEMAT: R. Eletr. Educ. Mat., UFSC/MTM/PPGECT, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 1981-1322.