O uso de celulares, tablets e notebooks no ensino da matemática

Hélio Mangueira de Almeida

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1981-1322.2016v11n2p318

O presente artigo tem como objetivo Identificar o desempenho e raciocínio matemático dos alunos usando aplicativos tecnológicos, apontar as ferramentas tecnológicas adequadas ao auxílio do ensino da matemática, buscando o uso de programas virtuais, celulares, tablets e notebooks, além de averiguar as dificuldades encontradas de aprendizagem. Para isso, foi realizado estudo bibliográfico sobre diversos estudiosos como Moran (2007), Demo (1993), Tajra (2001) e Paiva (2008) e uma pesquisa de campo, no Colégio Estadual Dr. Ives Orlando Lopes da Silva, com alunos do 1º ano do ensino médio. Os usos de tais ferramentas podem desenvolver no aluno uma participação mais ativa e prazerosa no ambiente escolar, levando em conta que o manuseio desses aparelhos fazem o discente sentir-se mais familiarizado na escola, melhorando a qualidade do ensino-aprendizagem. Contudo, essas ferramentas exigem cuidados e acompanhamento por parte do professor, para que o manuseio das mesmas seja aplicado de forma correta e eficaz no desenvolvimento da disciplina.


Palavras-chave


Aplicativos tecnológicos; Ensino da matemática; Qualidade; Aprendizagem

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1981-1322.2016v11n2p318

 

Indexadores, diretórios e base de dados:

 

 

 

REVEMAT: R. Eletr. Educ. Mat., UFSC/MTM/PPGECT, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 1981-1322.