Considerações Intempestivas sobre um fazer História [da Educação Matemática]

Rosilene Beatriz Machado, Cláudia Regina Flores

Resumo


Este artigo tem por objetivo analisar reflexivamente em que perspectivas conceituais os trabalhos de pesquisa (de um grupo de pesquisa específico) em Educação Matemática tem sido produzidos. Em especial, e particularmente, analisar como se tem conduzido suas investigações em história da [educação] matemática. A ideia é explicar o como de tal produção, com a prerrogativa de que, nesse movimento, as questões filosóficas do por que fazer, direcionadas aos seus aspectos ontológicos, epistemológicos e axiológicos, vão sendo abarcadas. Aspectos que atravessam, em linhas gerais, problematizações em torno do o que é isto e como conhecer isto que é a história da educação matemática, e que perpassam, ainda e também, as problematizações dessa mesma natureza nos campos disciplinarizados que, de maneira caótica e difusa, a constituem: história, educação, matemática.


Palavras-chave


História; Educação Matemática; Filosofia

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1981-1322.2016v11nespp149

Indexadores, diretórios e base de dados:

                                                                     

 

REVEMAT: R. Eletr. Educ. Mat., UFSC/MTM/PPGECT, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 1981-1322.
 
 

 Licença Creative Commons
Está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.